Empreender em casa: 15 ideias de negócios - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Empreender em casa: 15 ideias de negócios

Quer ganhar dinheiro sem ter que sair de casa? Conheça 15 diferentes ideias de negócios para empreender em casa!

Após a pandemia de coronavírus, muitas pessoas começaram a buscar as melhores ideias de negócios para abrir. Empreender em casa sem dúvida passou a ser uma ótima opção para quem começou a passar tanto tempo longe das ruas.

Afinal, de acordo com a pesquisa do IBGE, desde 2018, o modelo de serviço home office vem crescendo a passos largos no Brasil.

1- Redação de conteúdo

Este profissional deve saber escolher a melhor forma de expressão para que seu cliente consiga se comunicar de maneira atrativa com o público-alvo. Essa comunicação será feita por meio de sites e redes sociais.

Para trabalhar nesse ramo, é necessário ter um domínio da língua portuguesa e de técnicas relacionadas aos seguintes temas:

  • Marketing de Conteúdo;
  • publicidade nas redes sociais;
  • técnicas de redação para a web.

Você ainda pode, posteriormente, se especializar em outros segmentos mais específicos, como tráfego orgânico, ampliando mais ainda seu leque de serviços.

Para trabalhar de forma autônoma, é necessário, além do conhecimento inicial, contar com:

  • Uma boa internet;
  • Aparelhos eletrônicos como computador e smartphone;
  • Em alguns casos, pode ser necessário obter plataformas de análise e monitoramento de resultados de redes sociais.

2- Agência de viagens

Nesta opção de negócio para empreender em casa, o foco é a organização e compra de roteiros de viagem. O seu trabalho será basicamente indicar a melhor opção de turismo para o seu cliente. Esse serviço pode ser realizado de forma autônoma ou como representante de uma empresa do setor.

Hoje em dia, muitas pessoas buscam por serviços personalizados e que fujam daquele padrão oferecido pelas tradicionais agências de viagens. Por isso, você pode aproveitar essa mudança no comportamento do cliente e abusar da criatividade, proporcionando uma experiência única para os viajantes.

3- Comida congelada

Esse é um ramo crescente do mercado e é uma ótima oportunidade de negócios para cidades pequenas. Muito bom para quem tem talentos culinários e quer um negócio para empreender em casa.

Pode ser aquele pão de queijo ou uma receita de família que só você sabe fazer, o importante é dar o primeiro passo. Além disso, também é possível aproveitar aqueles nichos que estão em alta, como é o caso da alimentação saudável, por exemplo.

O ideal aqui é que você escolha um produto, verifique sua possibilidade de congelamento, os melhores meios de entrega e comece a divulgar seu trabalho. 

4- Decoração de bolos

A decoração de bolos é outro segmento que só cresce no Brasil e é uma das formas de empreender em casa. Vários profissionais de confeitaria têm se especializado na decoração de bolos, com detalhes bastante sofisticados. É possível encontrar várias opções de decoração, inclusive caracterizações que impressionam pelo realismo.

Seja trabalho autônomo ou para grandes redes de confeitaria, certamente você tem chances de se integrar a esse mercado, usando a criatividade e dotes culinários.

Além disso, você pode investir nas suas redes sociais e criar uma página profissional para divulgar as sobremesas e os meios de contato para receber os pedidos. Assim, poderá concentrar o lucro para você, além de garantir maior liberdade na produção e organização.

5- Design de joias e bijuterias

O desenvolvimento e fabricação de peças de bijuteria é uma chance promissora de empreender em casa. Afinal, a grande maioria das pessoas gosta de utilizar acessórios na hora de sair para algum lugar. As criações podem ser vendidas tanto pela internet quanto diretamente para conhecidos, lojas e noivas.

E as opções são tantas que fica até difícil escolher quais bijuterias vender. Neste segmento, alguns dos objetos mais vendidos são: anéis, pulseiras, correntes, arcos, brincos, entre outros. Além disso, vale a pena estudar o mercado e apostar nas tendências previstas para cada ano, conquistando ainda mais clientes.

6- Passeios com cães

Esta ideia foi importada e já ganhou muitos adeptos aqui no Brasil, sendo uma das ótimas oportunidades de empreender em casa. Você pode utilizar esse empreendimento para ganhar uma renda extra ou até mesmo almejar lucros maiores, dependendo da sua organização e visão de mercado.

Os donos de cachorros que trabalham o dia todo contratam pessoas para alimentar, passear e brincar todo dia com os animais. Normalmente, o serviço é cobrado por mês, mas também dá para fechar outros tipos de pacotes mais personalizados.

7- Confecção de produtos aromáticos

Produtos aromáticos são ótimos presentes para amigos ou familiares. Já imaginou produzi-los e vender para seus conhecidos ou até mesmo para empresas, como supermercados, perfumarias e lojas de conveniência? 

Atualmente, as pessoas têm comprado esses produtos para suas casas, não pensando apenas nos aromas que eles proporcionam mas também na decoração do ambiente. Sendo assim, um bom exemplo são as velas de diferentes formatos e cores, que dão mais vida aos cômodos.

Isso fez com que esse mercado ganhasse bastante destaque no Brasil nos últimos anos, se tornando uma boa fonte de renda. Hoje, é possível atuar a partir de uma pequena estrutura em casa e vender para lojas ou pela internet.

8- Produção de conservas

Aqui você pode fabricar para revenda ou sob encomenda, sendo uma boa opção de negócio para empreender em casa. O fator positivo é que estes produtos contam com durabilidade maior. Além disso, por ser algo caseiro, acabam atraindo mais clientes, devido à sua composição com menos conservantes artificiais.

E você não precisa se limitar às conservas de geléias ou pimentas. Nesse segmento, é válido apostar na produção de diversos tipos de legumes, como por exemplo: pepino, tomate e cebola.

Caso não tenha familiaridade com a cozinha, não tem problema, pois existem diversos tutoriais bem didáticos na internet que ensinam como produzir os produtos. Cabe destacar que apresentação do produto e higiene são fatores fundamentais neste negócio, sendo necessário utilizar potes de vidro devidamente esterilizados.

9- Blog

Se você é especialista em determinado assunto pode criar um site ou blog sobre o tema e tornar-se um blogueiro. Este segmento já está em alta no Brasil há alguns anos e sempre tem espaço para quem produz conteúdos relevantes sobre um determinado assunto.

Os blogs mais acessados podem contar com anúncios pagos, posts patrocinados e outras formas de remuneração. Para isso, é necessário construir um público relevante e participativo, que gere movimento no seu site. Isso fará com que ele apareça em boa colocação sobre o assunto quando alguém pesquisar nos buscadores da internet.

O segredo aqui é você aliar temas que curte bastante com o seu conhecimento sobre eles. Além disso, é importante conhecer o público que deseja atingir, para se adequar às suas linguagens e gostos, aumentando as chances de ganhar seguidores.

10- Secretariado remoto

Um dos negócios para abrir em casa que tem ganhado bastante destaque é o de secretariado remoto. E você não precisa ter vínculo empregatício com nenhuma empresa para exercer a função, trabalhando de maneira independente e para diversos clientes de uma vez.

O serviço é muito requisitado por pequenas e médias empresas e profissionais autônomos incluindo a prospecção de novos clientes e agendamento de reuniões. Assim como a transferência de ligações, como se estivesse no mesmo local de quem a contratou.

Para isso, é necessário ter alguns materiais básicos, por exemplo: computador e celular, fones de ouvido para facilitar a conversação e uma internet de qualidade. Posteriormente, você pode investir no aprendizado de plataformas e softwares específicos deste ramo, aumentando ainda mais seu portfólio e conseguindo mais clientes.

11- Hospedagem

Se você mora em uma região próxima de pontos turísticos ou que seja de fácil locomoção pela cidade, oferecer hospedagem é uma boa opção de negócio para empreender em casa.

O necessário, em um primeiro momento, é disponibilizar um quarto (ou mais), banheiro e café da manhã para seu hóspede. E, sem dúvida, divulgar seu serviço na internet, para amigos e familiares ou quaisquer outros meios.

Hoje em dia, o AirBnb é uma plataforma que possibilita o aluguel de um quarto ou de residências inteiras por dias, semanas ou meses. Basta que você se cadastre e anuncie seu espaço.

12- Consultório de nutrição

Elaborar cardápios e indicar dietas adequadas para seus pacientes faz parte da rotina de um nutricionista. E, para isso, você não precisa, necessariamente, estar em um escritório formal. Com isso, você reduz os custos que um estabelecimento gera, podendo investir essa economia em outras frentes, como a compra de equipamentos.

Este profissional pode ser requisitado por pacientes, ser indicado por médicos, ou procurado por empresas em busca de consultoria para seus refeitórios ou produtos alimentícios. Uma outra boa opção para prospectar mais clientes é anunciar seus serviços nas principais redes sociais e criar conteúdos informativos que promovam maior interação.

13- Consultoria para noivas

Se você já atua no ramo e quer empreender em casa, apostar em consultoria para noivas é uma boa oportunidade de fazer isso. Afinal, o casamento é uma data importante para os casais, e certamente, os dois querem que o evento seja o mais perfeito possível.

Nessa horas, nada melhor do que contar com um profissional experiente nesse segmento, para auxiliar nessa decisão, diante de tantas opções disponíveis no mercado. De fato, você pode oferecer suporte cerimonial, escolha de fornecedores, decoração e cardápio. Quanto mais completo for seu trabalho, mais chances de conquistar novos clientes você terá.

14- Agência de artistas

Para que possam realizar seu trabalho da melhor maneira possível, muitos artistas optam por contratar um agente para administrar seus negócios. 

Dentro da função de agente, você será o responsável por gerenciar a carreira do artista em todos os aspectos. Desde a marcação de presença em eventos ou trabalhos referentes à sua profissão até contratações e contato com a imprensa e publicidade.

Além disso, caso você já tenha experiência, pode usar seu conhecimento para prospectar novos talentos, ganhando ainda mais destaque no mercado. Decerto, não é preciso ter um estabelecimento fixo para atuar como agente. 

Ou seja, você pode fazer todo esse gerenciamento da sua própria casa. Para isso, você precisará de um computador, celular, internet de qualidade e um ambiente que te permita se manter concentrado.

15- Serviços de clipping

O clipping é um serviço muito requisitado por empresas que precisam de um acompanhamento da imprensa. Seja para guardar todas as suas aparições ou até mesmo para acompanhar o mercado.

É por meio delas que a empresa consegue saber como está sua imagem na mídia. Além disso, descobre os pontos que estão sendo destacados pela imprensa e quantas vezes ela foi citada em todos os veículos de comunicação.

Certamente, este serviço pode ser realizado em casa a partir do acompanhamento e leitura de artigos publicados na internet. Decerto os meios disponíveis são os principais jornais, revistas e sites e até mesmo em conteúdo impresso.

De fato, não é necessário muito investimento para trabalhar com clipping. Com um computador ou um celular e uma boa conexão de internet, você certamente já pode começar a atender seus clientes.

Leia também:

5 ideias de negócios lucrativos para empreender com pouco dinheiro

Mercado americano: como empreender e dolarizar patrimônio

5 dicas para empreender no período pós-pandêmico

Comentários estão fechados.