Economia circular é destaque no Relatório de Sustentabilidade da Tupy - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Economia circular é destaque no Relatório de Sustentabilidade da Tupy

Documento detalha ações e reúne os principais indicadores sociais, ambientais e econômicos da Companhia

A Tupy acaba de lançar a nova edição do Relatório de Sustentabilidade, referente ao ano de 2021.

As iniciativas reportadas no documento têm como embasamento a matriz de materialidade, que definiu os indicadores-chave para gestão dos temas socioambientais e econômicos da Empresa.

Com cerca de 500 mil toneladas de sucata transformadas em produtos de alto valor agregado, a Tupy promove a economia circular e oportuniza seus benefícios para a sociedade e meio ambiente.

De todo o material metálico utilizado na fabricação dos componentes estruturais desenvolvidos pela Empresa, 97% vêm da reciclagem.

Além de reduzir a extração de recursos naturais não renováveis e evitar a destinação para aterro, a iniciativa ainda minimiza a emissão de gases de efeito estufa.

Apenas para se ter uma ideia, a cada uma tonelada produzida com sucata, deixamos de emitir 1,2 tonelada de gases de efeito estufa.

O documento ainda enfatiza as iniciativas referentes ao compromisso com as pessoas.

No ano passado, a Tupy registrou cerca de 460 mil horas de treinamento e capacitação para seus colaboradores, time que cresceu com a integração das operações em Aveiro e Betim, adquiridas em outubro.

A Companhia também promoveu ações na comunidade por meio de investimento social nas áreas da saúde, educação e meio ambiente, impactando, aproximadamente, 15 mil pessoas.

Desenvolvimento sustentável

Com uma receita líquida de R$ 7,1 bilhão em 2021, a maior de sua história, 66% maior se comparada ao ano anterior, a Tupy busca integrar desenvolvimento sustentável e inovação tecnológica, suprindo a crescente demanda global por bens de capital, com soluções que servem ao transporte de carga, infraestrutura, agronegócio e geração de energia.

“Para avançarmos em nossa jornada rumo ao desenvolvimento sustentável é preciso mais que engajamento e propósito. Demandam um time altamente capacitado e que segue em busca das melhores alternativas, para assegurar que as atividades sejam executadas de um modo seguro, econômico, eficiente e com o menor impacto ambiental, tanto em nossas operações quanto nas condições em que nossos produtos são utilizados”, diz Fernando Cestari de Rizzo, CEO da Tupy.

Para ter acesso ao relatório, acesse o link.

A Tupy

Multinacional brasileira que desenvolve e produz componentes estruturais em ferro fundido de elevada complexidade geométrica e metalúrgica.

Essas soluções de engenharia são aplicadas nos setores de transporte, infraestrutura, agronegócio e geração de energia e contribuem com a qualidade de vida das pessoas, promovendo o acesso à saúde, ao saneamento básico, à água potável, à produção e distribuição de alimentos, ao comércio global.

A inovação tecnológica envolvida na produção e na criação destas peças é a especialidade da empresa, em seus mais de 80 anos de história.

Sua produção se concentra nas fábricas brasileiras, em Joinville/SC e Mauá/SP, e no exterior, nas cidades de Saltillo e Ramos Arizpe, no México. Além disso, possui escritórios comerciais em São Paulo, EUA e Alemanha.

Comentários estão fechados.