Confira dicas das recrutadoras do Google para montar um currículo de sucesso em 2022 - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Confira dicas das recrutadoras do Google para montar um currículo de sucesso em 2022

Karen Novaes, recrutadora do Google para América Latina, e Kelly Maia, líder de recrutamento em tecnologia no Google Brasil, contam detalhes de como elaborar um currículo claro, conciso e que chame a atenção das empresas

É comum que os processos seletivos pareçam intimidadores e despertem dúvidas em quem pretende se candidatar para uma nova vaga de emprego.

Cada empregador tem uma forma de avaliar currículos e por isso, é necessário conhecer bem a empresa e estruturar as informações de acordo com o perfil do lugar.

No caso do Google, por exemplo,as recrutadoras buscam pessoas que queiram transformar a sociedade por meio da tecnologia, que se comuniquem bem e que tenham facilidade para trabalhar em grupo, independente da formação e trajetória da pessoa candidata.

De acordo com Kelly Maia, líder de recrutamento na área de tecnologia do Google Brasil, de um modo geral, o currículo tem o objetivo de fornecer o perfil da pessoa candidata para o empregador.

“Caso não tenha uma experiência formal de trabalho, é válido colocar outras experiências para compartilhar com os recrutadores, como trabalho voluntário, grupos de estudos, projetos de GitHub e outras habilidades”, afirma.

No caso do Google, se a posição avaliada é júnior, por exemplo, os recrutadores priorizam mais o comportamento da pessoa candidata do que a experiência prévia.

“Reparamos em fatores como o raciocínio lógico, ou seja, a capacidade de traçar soluções para resolver problemas e a liderança, como começar um projeto e engajar outras pessoas para aquele objetivo em comum”, explica Karen Novaes, recrutadora do Google para América Latina

Há uma regra geral, no entanto, que vale para qualquer posição, seja ela júnior ou sênior: jamais mentir sobre sua formação e sobre suas habilidades.

“Ninguém consegue sustentar um papel por muito tempo após a contratação e há oportunidades para todos os perfis. O mais importante é a autenticidade e a honestidade”, afirma Karen.

Confira abaixo mais dicas das recrutadoras Kelly Maia e Karen Novaes para montar um currículo que chame a atenção das empresas.

1) Conheça o seu público

Não existe um único formato de currículo para todos – o ideal é adaptá-los para cada uma das vagas.

É essencial estudar sobre a empresa, sobre a vaga e ajustar o seu currículo conforme as características da posição e do lugar onde pretende trabalhar.

Perceba as palavras usadas e reflita se você está comunicando o que faz da melhor forma.

Esses pequenos ajustes vão realçar detalhes que são mais buscados em uma vaga ou em outra, e vão fazer o seu perfil chamar mais atenção dos recrutadores.

2) Planeje as sessões do seu currículo

Há alguns dados que não podem faltar, como contatos atualizados, experiências profissionais e acadêmicas.

Outras informações relevantes sobre a pessoa candidata também são importantes, como objetivos, atividades extracurriculares, idiomas, domínios de Tech, habilidades, competições de matemática e programação, por exemplo, etc.

Para cargos técnicos como Desenvolvedoras de Software, vale listar linguagens de programação, tipos de tecnologias que trabalha e que tipo de projetos se envolveu.

Reflita sobre o que você quer contar da sua história e planeje as seções em cima disso.

3) Currículo em uma página

Se a pessoa candidata não está buscando uma vaga sênior ou que precise de portfólio, um currículo de uma página é o ideal para chamar a atenção dos recrutadores.

Coloque brevemente um pouco da sua jornada e das suas experiências ao longo dos anos de forma organizada, em lista e será o suficiente para chamar a atenção dos recrutadores. Prefira a simplicidade e objetividade.

4) Escreva de forma clara e objetiva e peça ajuda com a revisão

Detalhes como espaçamento, tamanho da fonte, formatação, erros gramaticais e formato em PDF também são pontos importantes que os recrutadores levam em consideração durante a avaliação.

5) Ordem cronológica

As experiências devem ser acrescentadas em ordem cronológica decrescente, ou seja, do mais recente para o mais antigo.

Inclua as datas de início e término de cada atividade quando possível, ou “atual” para cursos e experiências em andamento e “incompleto” para estudos não finalizados.

Refira a data de conclusão de uma formação, se for o caso, como por exemplo se está cursando a faculdade e quando será a previsão de conclusão.

6) Seja verdadeiro

O currículo conta a sua história e ajuda a empresa a encontrar um candidato que vá ser feliz naquela posição. Por isso, é importante que ele seja um reflexo de suas habilidades, experiências e aspirações.

Comentários estão fechados.