Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Banco Digital ou Banco Físico: O que considerar na hora de escolher?

Bancos digitais se destacam pela praticidade, agilidade e melhores tarifas

Segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), pouco mais de 10% das mais de 13.500 startups existentes no país são fintechs, ou seja, startups voltadas para o mercado financeiro.

Existe uma razão muito clara pela qual este segmento está em constante crescimento, sendo atualmente o 5º com maior número de startups: há uma demanda imensa por serviços bancários práticos e de qualidade.

Paulo Castro, CEO e fundador do Contbank, uma fintech especializada em oferecer produtos financeiros e de informação para micro, pequenas e médias empresas, aponta que há uma grande demanda por serviços bancários menos burocráticos e custosos, uma vez que as pessoas estão aprendendo os benefícios dos bancos digitais:

“Quando o público deu uma chance aos bancos virtuais, se surpreendeu positivamente: é um serviço melhor por custos menores. Ainda há muito espaço para esse serviço se expandir no Brasil e o Contbank veio para suprir a demanda de fintechs para PMEs”. Por isso, Castro listou 4 vantagens das fintechs em relação aos bancos tradicionais:

Está tudo online

Na maioria das fintechs não há necessidade de usar o telefone para desbloquear cartão ou fazer o cancelamento de algum produto, está tudo online e pode ser resolvido facilmente pelo aplicativo.

Se o internet banking é uma modernidade para os bancos tradicionais, para os digitais isso já é ultrapassado;
Rede de contadores acessível – encontrar um contador para acompanhar o desenvolvimento da empresa não é uma tarefa fácil.

Algumas fintechs, como o Contbank, facilitam este acesso, a um preço mais acessível e com menos complicação, serviço que bancos profissionais não oferecem com tanta facilidade.

Tarifas mais baixas ou até mesmo zeradas – Enquanto alguns bancos cobram além da anuidade nos cartões de crédito, uma taxa para manter a conta aberta, na maioria das fintechs não há cobrança alguma e quando há, é a um custo mais razoável, especialmente em bancos digitais voltados para PME’s.

Maior oferta de produtos – Pelo baixo custo de manutenção, o banco digital pode investir no que realmente importa: oferecer a melhor experiência para o cliente. Por isso, as fintechs são conhecidas por serem capazes de oferecer serviços de acordo com a demanda de cada cliente, o que resulta em mais opções.

Crédito facilitado

Mais uma vez a praticidade fala mais alto por aqui: geralmente as fintechs disponibilizam um valor de crédito pré-aprovado para o cliente requerer quando achar conveniente.

O dinheiro cai na conta quase que instantaneamente, deixando o cliente livre de espera e burocracia desnecessária com documentos.

O Contbank

O Contbank é uma fintech especializada em oferecer produtos financeiros e de informação para micro, pequenas e médias empresas.

A ideia surgiu das dificuldades que tais empresas têm para utilizar serviços financeiros com qualidade e custos justos, sejam eles crédito, serviços de pagamentos, cartões e outros necessários para o dia a dia das operações.

O Contbank conecta o know how da classe de profissionais contábeis com as necessidades das PMEs, responsáveis por parte importante da economia real gerada no país.

Comentários estão fechados.