Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Hospitais de Manaus recebem 42 ventiladores pulmonares desenvolvidos pela USP em parceria com Petrobras e IBP

Novo modelo de ventilador recebeu R$ 1,1 milhão em apoio financeiro da Petrobras e do IBP

Um total de 42 ventiladores pulmonares desenvolvidos pela Universidade de São Paulo (USP) em parceria com Petrobras e Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) foi doado a hospitais públicos de Manaus nesta semana.

Batizado de “Inspire”, o novo modelo é de baixo custo, com tecnologia 100% brasileira, criado por uma equipe de engenheiros da universidade para suprir a necessidade emergencial de ventiladores durante a pandemia.

Esse projeto foi o vencedor da terceira etapa de um programa de seleção promovido pela Petrobras e pelo IBP no decorrer de 2020 e recebeu R$ 1,1 milhão em apoio financeiro para seu desenvolvimento.

Alinhado às exigências da Associação de Medicina Intensiva do Brasil e aos requisitos para tratamento de Covid-19, o modelo recebeu autorização da Anvisa em agosto do ano passado.

O projeto prevê a produção de 135 aparelhos no total e distribuição gratuita a hospitais públicos de todo país.

O objetivo é acelerar a produção de ventiladores no Brasil, para que o país não seja dependente de componentes importados em falta no mercado mundial neste momento de pandemia.

O desenvolvimento do novo modelo contou com mais de 200 colaboradores de oito faculdades da USP, e parceiros como Marinha do Brasil, Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), SENAI-SP e Instituto Federal. “Posso afirmar, sem dúvida, que se não fossem os recursos da Petrobras e do IBP, não estaríamos conseguindo ajudar Manaus agora. A chegada do apoio financeiro após a seleção pública foi fundamental”, disse o coordenador do Centro Interdisciplinar em Tecnologias Interativas da USP, Marcelo Zuffo.

A iniciativa do edital público partiu da Equipe Científica de Resposta (ECR) da Petrobras, que reuniu um time de especialistas da companhia para desenvolver soluções de base tecnológica no combate ao coronavírus – em parceria com universidades, instituições de pesquisa e empresas de todo país.

Juntos pelo Amazonas

A Petrobras se solidariza com a situação no Amazonas e vem acompanhando o agravamento e o aumento dos casos de Covid-19 no Brasil.

A companhia integra o grupo Juntos pelo Amazonas, formado por 15 empresas e entidades que se reuniram para realizar uma ação solidária com o objetivo de apoiar a região.

O grupo fará uma doação para o programa Unidos Contra a Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no valor de R$ 1,6 milhão, referente a uma usina de produção de oxigênio, que deverá dar suporte aos hospitais públicos da região. Confira aqui.

Outra iniciativa da companhia para ampliar o abastecimento de oxigênio à cidade de Manaus (AM) foi o fornecimento de apoio logístico para o transporte de um tanque criogênico da empresa White Martins, com capacidade de armazenagem de 90 mil Nm³ de oxigênio em estado líquido.

Deixe uma resposta