Caerj celebra 45 anos com agenda de sustentabilidade e crescimento da economia do Rio - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Caerj celebra 45 anos com agenda de sustentabilidade e crescimento da economia do Rio

Colaborar com o resgate e incremento do ambiente de negócios do Rio de Janeiro, alinhando as próprias diretrizes aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Organizações das Nações Unidos (ONU).

Esse é o propósito da Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (Caerj) no ano em que completa quatro décadas e meia de sua fundação.

Esse ano marca o lançamento do Projeto Atitude Sustentável, uma agenda de debates e eventos que promovam personalidades e organizações que efetivamente realizam ações positivas, em harmonia com as ODS, em prol da sociedade fluminense.

O projeto culminará com a oitava edição do Prêmio Atitude Carioca, em junho, que terá como novidade o Troféu Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda, a ser entregue à personalidade que mais se destacou na defesa dos interesses do Rio de Janeiro.

“A Caerj será um fórum para projetar os grandes protagonistas do Rio. A agenda da ONU Rio 2030 começa em 2022, justamente quando celebramos os 45 anos da Câmara. Mais do que uma coincidência, entendemos que é uma oportunidade. Como um agente de desenvolvimento de comércio exterior fluminense, a Caerj não pode se omitir dos grandes temas universais para assegurar a proteção do planeta e o bem-estar e a prosperidade dos povos”, afirma Ricardo Mota da Costa, diretor presidente da Caerj.

As comemorações do aniversário Foi iniciadas nessa sexta-feira, 14, ao meio-dia, com uma missa de ação de graças na Catedral Metropolitana do Rio. No dia 28, a entidade promove um seminário na web sobre comércio exterior e sustentabilidade com participações de especialistas e autoridades como o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Roberto Fendt.

Atuação e história

A primeira câmara de comércio exterior estadual do país foi criada em 1977 por figuras renomadas da época, lideradas por Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda, um dos maiores juristas do país.

A data de 20 de janeiro foi escolhida por ser a celebração do padroeiro da capital, São Sebastião.

Constituída por empresas dos setores industrial e de serviços, a Caerj atua na assistência e defesa dos interesses dos associados e de toda comunidade empresarial, criando ferramentas e oportunidades para o desenvolvimento econômico e sustentável do Rio de Janeiro.

A Caerj compõe o Sistema da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços do Brasil (Cisbra) — organização multisetorial e multilateral que desenvolve parcerias estratégicas com as três esferas de governo, representações diplomáticas, câmaras de comércio e governos estrangeiros.

Comentários estão fechados.