Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Orquestra Sinfônica Brasileira migra suas atividades para o ambiente virtual durante o período de quarentena

Enquanto não é possível retornar aos palcos, devido ao período de isolamento social recomendado pelas autoridades, a Orquestra Sinfônica Brasileira, migrou suas atividades para o ambiente virtual.

Desde o dia 19 de março, músicos da orquestra vêm se apresentando a partir de suas casas e oferecendo aulas on-line para alunos de todo o país, como parte do Conexões Musicais – projeto de responsabilidade social da OSB.

Aula online do projeto Conexões Musicais

Além disso, foram enviados pen drives contendo um compilado de apresentações da orquestra a diversos hospitais e laboratórios do Rio e de São Paulo, com o objetivo de levar música e beleza a pacientes e funcionários dessas instituições.

Diariamente as páginas da OSB nas redes sociais publicam vídeos de músicos da orquestra interpretando obras do repertório clássico e popular em formatos diversos.

Em interpretações solo, duos e trios (com o auxílio de plataformas de videoconferência), os mais de 70 profissionais do grupo compartilham sua arte e mensagens positivas, incentivando o público a permanecer em casa.

“Acreditamos que para a música não há barreiras, sobretudo no poder de conectar as pessoas” – diz a diretora Geral da OSB Ana Flavia Cabral Souza Leite. Veja aqui: https://web.facebook.com/orquestrasinfonicabrasileira/videos/224090935634598/

Projeto de responsabilidade social da Orquestra Sinfônica Brasileira, o Conexões Musicais tem como objetivo promover uma rede de interação em cidades do interior em diversos estados brasileiros.

As aulas ministradas pelos músicos da orquestra a estudantes de música dos territórios por onde passa são um dos pilares do projeto e enquanto não é possível visitar fisicamente essas localidades, a instituição resolveu fazer uso da tecnologia para desenvolver o projeto durante esse período.

Os professores vêm ministrando aulas on-line a alunos que já passaram pelo projeto para que eles sigam com seus estudos em casa e para que o conteúdo gerado possa servir a estudantes de música de todo o país. Veja aqui: https://youtu.be/pevLBcrbMK0

Um compilado de apresentações da Orquestra Sinfônica Brasileira foi enviado a diversos hospitais e laboratórios do Rio de Janeiro e de São Paulo para que esse conteúdo possa ser disponibilizado em monitores das áreas comuns dessas instituições. “Nossa ideia é levar um pouco de leveza e beleza aos dias tão difíceis de pessoas hospitalizadas e profissionais da saúde”, acrescenta Ana Flávia. Unidades da Rede D’or, Prevent Senior e DASA já receberam o material.

Lançada no dia 13 de março, a websérie “Ouvir pra Crer” ganha novos episódios a cada sexta-feira, na página da orquestra no Youtube. Apresentados pela diretora da OSB Ana Flavia Cabral e pelo compositor e regente Leandro Oliveira, os programas exploram de forma simples e informal assuntos relacionados ao universo da música de concerto. Veja aqui: https://youtu.be/f-qni8LuS34

MAIS SOBRE A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA

Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Em seus 80 anos de trajetória ininterrupta, a OSB já realizou mais de cinco mil concertos e é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações, tendo sido a primeira orquestra a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia.

Responsável por revelar talentos como Nelson Freire, Arnaldo Cohen e Antônio Menezes e pioneira na criação de projetos de democratização da música de concerto, como o Aquarius e os Concertos da Juventude, a OSB chega aos 80 anos com fôlego para levar ao público uma temporada especial e comemorativa, com destaque para a música brasileira e os artistas nacionais, tendo sua própria história como fio condutor da programação. O Itaú é o patrocinador da Série Clássica Brasileira. Para viabilizar suas atividades, a Fundação conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem a NTS – Nova Transportadora do Sudeste – como mantenedora, a Vale como patrocinadora master e a Brookfield como patrocinadora, além de um conjunto de apoiadores culturais e institucionais.

Composta atualmente por mais de 70 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla uma programação regular de concertos, apresentações especiais e ações educativas, além de um amplo projeto de responsabilidade social e democratização de acesso à cultura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.