Networking: 12 dicas para construir sua rede profissional
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Networking: 12 dicas para construir sua rede profissional

Construir um networking forte é a chave do sucesso para muitas carreiras profissionais. Alguns fatores são essenciais nesse processo.

O chamado networking nada mais é que a rede de contatos profissionais que todas as pessoas que já trabalharam têm, pelo menos em algum nível.

Como todos sabemos, para conseguir emprego e boas colocações no mercado de trabalho não é suficiente ter uma boa formação ou ter passado por muitas empresas.

É necessário fazer contatos, acumular referências e causar boas impressões que falem por você e abram novas possibilidades. Isso de fato é fazer networking.

O que é networking e como fazer

Como foi citado anteriormente, é dado o nome de networking à rede profissional que uma pessoa, que é criada ao longo da sua história.

Você deve ter em mente que rede profissional é diferente de rede de amizades ou pessoal, e que, portanto, aqueles contatos precisam ser tratados sempre de uma forma diferenciada.

Para fazer um networking eficiente e manter a sua rede de “amigos profissionais” sempre ativa e bem alimentada, você precisa demonstrar os seus valores e atributos profissionais constantemente.

Por isso, é importante lembrar que fazer networking não envolve mandar mensagens aleatórias e fazer ligações inconvenientes, mas sim entrar em contato nos momentos oportunos e passar informações relevantes de uma forma profissional.

Como exemplo, se um contato seu postar algo referente a vagas de emprego, por meio de uma rede social, esse pode ser o momento certo para interagir e demonstrar interesse nas vagas oferecidas.

O teor das mensagens enviadas deve ser de cunho estritamente profissional e sucinto, contendo dados profissionais, formas de contato, arquivo de currículo e etc. Sempre de forma conveniente e moderada, sem demonstrar afobação.

12 dicas para construir o seu networking

Até aqui você entendeu o que é networking e até viu exemplos de como fazer isso corretamente.

Para endossar o assunto, criamos uma lista com 12 dicas especiais que podem ajudar ainda mais nesse processo. Confira abaixo!

Tenha objetivos claros

Antes de começar a criar uma rede de networking, defina onde você quer chegar. 

Definir fatores chave como a área profissional desejada, empresas prediletas e pretensões profissionais, irá direcionar melhor os seus passos e te colocará no caminho das pessoas certas.

Resgate contatos do passado

Todo mundo possui contatos antigos com quem não conversa há bastante tempo. Mas, para criar uma boa rede profissional vale a pena resgatar esses velhos contatos.

O passar dos anos pode ter feito bem à carreira profissional dessas pessoas. Com isso, voltar a ter uma relação com elas abre a possibilidade de conhecer pessoas novas e conseguir contatos profissionais. 

Misture contatos online e offline

Outra boa dica para a construção de um networking forte é mesclar contatos online e offline.

Enquanto ter encontros presenciais pode ser mais enriquecedor, fazer contatos na internet é mais ágil e dinâmico.

Por isso, em sua lista de contatos de rede profissional inclua amigos do mundo virtual e amigos do mundo real.

Marque presença em eventos

Estar em um local onde outras várias pessoas também estão, aumenta e muito as chances de conhecer pessoas que possam oferecer alguma vantagem profissional. 

Portanto, comece e frequentar aniversários, comemorações, eventos públicos, conferências e até eventos religiosos. Afinal, se você não for visto, não será lembrado.

Crie uma rede variada gradativamente

Apesar de ser importante focar em uma área de atuação para criar um networking sólido, não é proibido ter contato com profissionais de várias áreas ao mesmo tempo.

Nesse sentido, também é enriquecedor conversar com pessoas que atuam em diferentes níveis hierárquicos em empresas e organizações.

Siga empresas que te interessam nas redes sociais

Se você tem desejo de trabalhar em determinadas empresas, sejam elas pequenas, médias ou até gigantes do mercado, não deixe de acompanhá-las nas redes sociais.

Praticamente todas essas empresas possuem perfis em redes como Instagram, Facebook, Twitter, YouTube e Linkedin, onde postam inclusive vagas e oportunidades.

Acompanhar esses conteúdos pode te colocar à frente de outras pessoas que, por não seguirem as empresas, podem ficar aquém das oportunidades oferecidas.

Participe de grupos de discussão na internet

Esteja incluído em grupos de discussão dentro da sua área de atuação, seja nas redes sociais ou até em mensageiros, como WhatsApp e Telegram.

Esses espaços costumam ser ricos em informação e compostos por muitas pessoas interessantes para a formação de uma rede profissional.

Tenha em mente as diferenças entre amigos e colegas de profissão

Como já foi citado acima, não se deve misturar amigos comuns e colegas que compartilham dos mesmos interesses profissionais.

Os amigos convencionais, por assim dizer, são pessoas íntimas com quem você compartilha a vida e momentos mais descontraídos.

Já os colegas profissionais geralmente são pessoas com quem você pode até ter alguma afinidade, mas que no geral não fazem parte da sua vida.

Misturar as coisas pode trazer problemas e até mesmo manchar a sua imagem dentro de espaços profissionais. Tome bastante cuidado.

Comunique-se com frequência com os contatos que tiver

Uma rede profissional saudável exige uma relação interminável de interações, sobretudo por meio das redes sociais.

Assim, esteja sempre alimentando os seus contatos profissionais e demonstrando a eles que está atento aos seus movimentos.

Entretanto, vale relembrar que essas interações não podem ser inconvenientes e nem despropositadas.

Seja claro e objetivo em suas conversas profissionais

Lembre-se que ao falar com um contato profissional você não estará falando com um amigo que conhece há décadas e que sabe os nomes dos seus pais.

Portanto, nessas interações seja direto e objetivo, sempre se comunicando de forma cordial e formal, sem rodeios e perda de tempo.

Ajude as outras pessoas

Você sabia que uma das características mais marcantes do networking é o fato de essa rede de conexões ser também uma rede de ajuda mútua?

Assim, para ter um networking saudável, é necessário ser solicito, estar disposto a ajudar e também a receber ajuda.

Lembre-se de ser gentil e atencioso com as pessoas com quem conversa, e não apenas quando estiver precisando de ajuda, mas também quando se deparar com alguém necessitando de uma mão amiga.

Isso criará vínculos de empatia que podem ser benéficos adiante!

Seja verdadeiro e original

Em lugar nenhum e em nenhuma época da história as pessoas toleraram cópias e falta de originalidade.

Assim sendo, para ter um networking potente é necessário ser você mesmo e fazer aquilo que você sabe do seu jeito, objetivando sempre ser o melhor.

Tenha a certeza que muitas pessoas estão observando isso em você.

Leia mais:

10 passos para criar uma marca pessoal de sucesso

Recrutamento e seleção: 8 dicas para não errar na contratação

Comentários estão fechados.