Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Fórum Econômico da Câmara Árabe é reagendado para 19 de outubro

Bolsonaro, Mourão, Ernesto Araújo e o secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Geith, têm participação confirmada no evento que será totalmente online

Câmara de Comércio Árabe-Brasileira acaba de confirmar a participação de novos palestrantes do Fórum Econômico Brasil-Países Árabes, que acontecerá de 19 a 22 de outubro, em edição especial online.

Entre os confirmados estão o presidente da República, Jair Bolsonaro, o vice-presidente, Hamilton Mourão, o secretário-geral da Liga de Estados Árabes, Ahmed Aboul Geith, além do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da agricultura, Tereza Cristina, que fará participação gravada.

A especialista em questões do Oriente Médio Ghadah Alharthi e a ganhadora do prêmio Nobel da Paz de 2015, Ouided Bouchamaoui, estão entre as outras personalidades que integram a programação.

São esperados ainda representantes de governos árabes e de setores com intercâmbio relevante com a região, principalmente agronegócio, infraestrutura, tecnologia, turismo, inovação e logística, bem como investidores e agentes ligados à cadeia de produtos halal.

“A expectativa é de que mais de mil espectadores e participantes conectem-se ao Fórum, que este ano leva o tema ‘O Futuro é Agora’ e terá quatro grandes painéis”, afirma o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun.

No primeiro dia, o painel “Perspectivas para o Brasil e os Países Árabes no novo Cenário Global” abordará o ano de 2020 e como o novo coronavírus transformou as relações comerciais internacionais e evidenciou a necessidade de uma maior cooperação interpaíses.

Já no dia 20, a reflexão gira em torno do tema “Nova Ordem dos Negócios Internacionais”, num debate que vai considerar o fechamento de fronteiras, espaços aéreos e limitações a grandes multidões que estão impactando o comércio internacional.

A questão da segurança alimentar, uma preocupação central de todos os países árabes, será pauta do terceiro dia do evento. “O Brasil tem um papel de extrema importância na garantia da segurança alimentar das populações árabes e esta é, certamente, a área onde há as maiores possibilidades de cooperação”, complementa o presidente da Câmara Árabe.

Para encerrar o evento, dia 22 é dia de falar de ESG, Governança Ambiental, Social e Corporativa de um modelo que não visa somente produção e consumo, mas que demanda uma inovadora agenda de prioridades das câmaras de comércio mundais e dos produtos com certificação halal.

A programação prevê ainda a assinatura de acordos bilaterais.

Em 2019, as exportações brasileiras para os 22 países da Liga Árabe totalizaram US﹩ 12,12 bilhões, aumento de 6,3% sobre o ano anterior, num ano em que tradicionais parceiros comerciais do Brasil reduziram as compras.

O resultado fez a Liga Árabe saltar de quinta para a terceira parceria comercial mais importante do Brasil no exterior, atrás da China e dos Estados Unidos.

O Fórum Econômico Brasil & Países Árabes tem o patrocínio de BRF, Fambras Halal, JBS, Kizad, Neon Trade, Qualita, Tradeling, Banco BS2 e Porto do Itaqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.