Experiência de visualização infinita: Por trás da tela do Galaxy S10

0
22
imagem meramente ilustrativa

São Paulo, 28 de março de 2019 – Já faz mais de 10 anos que a Samsung incluiu, pela primeira vez, uma tela AMOLED em seu telefone Haptic AMOLED, em 2009. Nos produtos Galaxy S, foi em 2010. Com a linha Galaxy S10, que traz os mais recentes smartphones da família Galaxy, a tela AMOLED evoluiu para proporcionar uma qualidade de imagem nítida e um tamanho de tela 50% maior em comparação com o Galaxy S.

Graças a essas melhorias de ponta, a linha Galaxy S10 oferece uma tela com qualidade de imagem brilhante e realista, ao mesmo tempo em que é confortável para os olhos do usuário e capaz de refletir várias preferências de cores. Conversamos com Byungduk Yang, vice-presidente da Divisão de Comunicações Móveis da Samsung Electronics, para saber mais sobre como o display da linha Galaxy S10 está no centro da experiência móvel do usuário.

Uma abordagem amigável para a tecnologia de exibição

A filosofia de desenvolvimento de Yang para telas de smartphone coloca o usuário em primeiro lugar. “Fornecer soluções de tela práticas e gerar novas experiências são nossos valores fundamentais”, explicou Yang. “Como resultado, a tela da linha Galaxy S10 se concentra em proporcionar experiências interessantes e benefícios reais aos usuários, mais do que apenas boa qualidade de imagem ou tamanho de exibição.”

Imagem meramente ilustrativa

É claro que uma das principais inovações da linha Galaxy S10 é a experiência em tela cheia oferecida pelo Display Infinito-O, que cobre toda a frente do dispositivo, exceto a câmera. Para integrar perfeitamente a câmera frontal ao display, foi feito um pequeno e preciso furo na tela, usando uma delicada técnica de corte a laser e avançada tecnologia de barreira. Esses procedimentos maximizam o espaço da tela, aumentando a confiabilidade do desempenho de barreira dos pixels AMOLED ao redor do furo. Portanto, a experiência visual dos usuários é mantida, ou mesmo melhorada, no Display Infinito-O aliado à tecnologia AMOLED Dinâmico na mais alta qualidade possível. “O visor completo da linha Galaxy S10 oferece qualidade de imagem mais realista do que antes”, observou Yang.

No entanto, a tela da linha Galaxy S10 oferece benefícios e experiências reais aos usuários, além da alta qualidade de imagem. “Queríamos obter uma exibição amigável ao usuário”, explicou Yang. “Dispositivos baseados em display são conhecidos por trazer desconforto às retinas dos usuários após uso prolongado, devido às emissões de luz azul. Isso é particularmente um problema à noite, quando a exposição à luz azul inibe a produção de melatonina, o que pode afetar os padrões de sono. Mas a tela da linha Galaxy S10 altera delicadamente o comprimento de onda do OLED azul para remover a energia prejudicial, o que significa que o dispositivo pode ser usado por um longo tempo com o mínimo de incômodo aos olhos do usuário.”

Anteriormente, as telas dos smartphones utilizavam um software comum para reduzir a quantidade de luz azul emanada. No entanto, a linha Galaxy S10 aproveita uma tecnologia que reduz a exposição à luz azul em 42% a mais do que a técnica anterior, sem comprometer a qualidade da imagem. “Recebemos inclusive uma Certificação Eye Comfort da TÜV Rheinland”, diz Yang com entusiasmo. “As pessoas definitivamente vão notar que seus olhos estão menos tensos ao usar o Galaxy S10.”1

Mudando a maneira como vemos a cor

imagem meramente ilustrativa

A chave para o realismo do display AMOLED Dinâmico da linha Galaxy S10 é sua evoluída representação de cores. Em comparação com os smartphones Galaxy anteriores, a linha Galaxy S10 é a mais excepcional até agora. Segundo a DisplayMate, a mensuração de Diferença de Cores Perceptíveis (JNCD) para o Galaxy S10 é de 0,4 JNCD (quanto menor o valor, mais realista é a reprodução de cores), superior ao Galaxy Note 9 (0,5 JNCD) e ao Galaxy S9 (0,7 JNCD).

Essa renderização de cores quase perfeita também leva em conta as preferências de cores do usuário global. “Identificamos que as pessoas leem as cores de maneira diferente, dependendo de onde são, da idade e do sexo”, explicou Yang. “Para dar conta disso, perguntamos as preferências de cores de mais de 2 mil pessoas em 15 países ao redor do mundo. Em seguida, analisamos suas respostas e, com os resultados, criamos dois modos de cores padrão. O “Modo Natural” tem um tom mais quente para se adequar aos usuários dos EUA e da Europa, enquanto o “Modo Vívido” acentua tons azulados para usuários na Ásia.”

Uma tela para combinar com o olho humano

Além de poder renderizar mais de 16 milhões de cores, o display AMOLED Dinâmico da linha Galaxy S10 também suporta imagens em alta definição, oferecendo alta qualidade otimizada ao usuário em cada imagem e, como o primeiro smartphone do mundo compatível com HDR10+, em cada quadro de vídeo também2. Assim como as pupilas em nossos olhos se dilatam e se contraem dependendo da quantidade de luz ao nosso redor, a tela do Galaxy S10 apresenta a tecnologia Dynamic Tone Mapping (Mapeamento Dinâmico de Tom), que ajusta e otimiza a qualidade da imagem de acordo com o contraste claro-escuro na tela.

A tela também recebeu a certificação 100% Mobile Color Volume (Volume de Cor para Celular de 100%) pela renderização realista da imagem – a primeira gama de smartphones a conseguir isso. Para alcançar essa proeza de exibição, a Samsung não só tem trabalhado incansavelmente na pesquisa de materiais orgânicos AMOLED, mas também em seu próprio mecanismo de qualidade de imagem, o “mDNIe (Mecanismo de Imagem Natural Móvel Digital)”3.

Então, qual é o futuro das telas de celular, conforme vislumbrado por Yang? “No passado, começamos com telas em preto e branco – telas de TV – e o passo seguinte natural foi desenvolver telas que apresentassem imagens em cores, aproximando-se de como nós, humanos, percebemos o mundo. Do mesmo modo, devemos levar essa verossimilhança a um nível superior, produzindo um display que reúna tecnologia para proporcionar uma qualidade de imagem correspondente ao realismo e à solidez da visão humana.”

1 O TÜV Rheinland, um instituto de certificação reconhecido mundialmente, premiou as telas do Galaxy S10, S10+ e S10e com a Certificação Eye Comfort, com base em sua capacidade de reduzir drasticamente os efeitos nocivos da luz azul. Essa certificação pode ser encontrada em www.tuv.com com a ID 1419064785.

2 De acordo com a DisplayMate, luminosidade de pico de até 1200 nits.

3 A tela do Galaxy S10e, do S10 e do S10+ foi premiada pela VDE Alemanha com a certificação 100% Mobile Color Volume, com uma relação de contraste de 2.000.000:1.

Sobre a Samsung Electronics Co. Ltd.

A Samsung inspira o mundo e molda o futuro com ideias e tecnologias transformadoras. A empresa está redefinindo os mundos de TVs, smartphones, dispositivos portáteis, tablets, aparelhos digitais, sistemas de rede e memória, sistema LSI, fundição e soluções de LED. Para conhecer as últimas novidades, visite a Samsung Newsroom em http://news.samsung.com/br.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui