Empírica ultrapassa os 3 mil laudos emitidos em parceria com a Creditas - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Empírica ultrapassa os 3 mil laudos emitidos em parceria com a Creditas

A fim de oferecer ainda mais agilidade e facilidade na concessão de empréstimos, a gestora criou uma tecnologia própria que permite a entrega de laudos de forma remota em apenas um dia

O home equity, ou seja, a concessão de empréstimos usando imóveis como garantia, é uma opção atrativa na busca de um crédito com juros mais acessíveis.

O sistema bancário tradicional oferece há algum tempo esta modalidade de empréstimo, mas com a chegada de fintechs a este setor, o consumidor passou a ter acesso a opções com juros ainda mais baixos, com menos burocracia e melhor qualidade de atendimento.

De acordo com dados da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), o volume de concessões de crédito com garantia de imóvel cresceu 50,3% de janeiro a junho de 2021 em relação ao mesmo período de 2020. São cerca de 12,3 bilhões de reais em empréstimos concedidos, distribuídos em cerca de 95 mil contratos.

O crescimento dessa alternativa foi comprovado pela Empírica, gestora especializada em crédito estruturado, que ultrapassou a marca de 3.000 laudos imobiliários realizados para a Creditas, plataforma digital líder de produtos de crédito e soluções na América Latina.

As duas empresas são parceiras desde 2013 e vêm buscando juntas soluções para melhorar o acesso ao crédito por home equity para o consumidor final.

“Para conceder o crédito é necessário avaliar o imóvel dado em garantia, e assim mensurar o risco da operação. Este é um processo que pode ser demorado, já que um avaliador precisa ir pessoalmente fazer a análise e emitir o laudo. Nossa preocupação junto com a Creditas era simplificar o processo e trazer agilidade, para o dinheiro chegar mais rápido na mão do consumidor final”, conta Bernardo Moraes, sócio e Head de Cobranças e Garantias da Empírica.

Mesmo antes da pandemia, a gestora já estava buscando soluções para reduzir o tempo da emissão dos laudos e da análise das garantias.

Com a impossibilidade de visitar os imóveis pessoalmente, a Empírica desenvolveu uma tecnologia proprietária com algoritmos criados in-house, que permite fazer uma entrega de laudo de forma remota, sem vistoria presencial, em até um dia útil e algumas vezes ainda no mesmo dia. Isso trouxe uma redução de dois dias úteis para cinco horas no retorno da Creditas para seus clientes.

“A Creditas é uma empresa que busca diariamente dar aos seus clientes um atendimento personalizado, garantido agilidade e eficiência em todos os processos. Para isso, contamos com uma tecnologia própria e com parceiros que garantem alta performance e qualidade em todas as nossas entregas. E é o caso da Empírica, que nos apoia a ganhar cada vez mais espaço no mercado de home equity para conectar as pessoas a novas conquistas”, comenta Fernanda Franco, Gerente de Risco Imobiliário de Home Equity, na Creditas.

Fornecer os laudos de forma rápida é uma questão estratégica para as fintechs que concedem o empréstimo, pois neste caso a agilidade permite o oferecimento de um serviço de excelente qualidade, rápido e automatizado. Hoje, cerca de 65% dos laudos emitidos pela Empírica são remotos.

Diante desta facilidade e dos benefícios da modalidade, os consumidores têm cada vez mais motivos para considerar a possibilidade de pegar crédito por meio do home equity.

Ele permite, por exemplo, substituir e unificar as dívidas do cheque especial ou do rotativo de cartões de crédito, que têm juros muito altos, em apenas uma dívida, com juros menores e prazos mais alongados. No Brasil, a modalidade está ganhando destaque nos últimos anos, mas ainda há um grande espaço a ser explorado.

“O mercado de crédito imobiliário no Brasil é cerca de 120 vezes menor do que nos Estados Unidos. A proporção em relação ao PIB é de aproximadamente 10%, enquanto nos EUA os REITs (Real Estate Investment Trusts) equivalem a quase 100% do PIB”, compara Bernardo. De acordo com o Banco Central, o crédito via home equity no Brasil tem potencial para alcançar 500 bilhões de reais nos próximos anos. “Diante das vantagens, os brasileiros devem ficar atentos a esta opção”, acrescenta.

Sobre a Empírica

Com 12 anos de mercado, a Empírica é uma gestora de crédito estruturado com um portfólio de 50 fundos e mais de R$ 6 bilhões em ativos sob gestão. Entre seus casos de sucesso estão algumas fintechs-unicórnio brasileiras.

O DNA inovador pode ser visto na estruturação dos primeiros FIDC voltados para o financiamento de painéis de energia fotovoltaica (Insole), antecipação de cartão de crédito e home equity (Creditas) – estruturas hoje comumente vistas no mercado.

Também atua fortemente no mundo das finanças sociais, em parceria com uma das mais importantes gestoras do setor, a Vox Capital. Oferece boas alternativas de produto para investidores qualificados e profissionais, tendo em seu portfólio empresas de grande sucesso no segmento em que atuam, como BizCapital, Noverde, a55, Oportuna, Iosan, Goal e Helbor, entre diversas outras.

Sobre a Creditas

A Creditas é uma plataforma digital com atuação na América Latina, focada em melhorar a vida das pessoas em três ecossistemas: auto, imobiliário e benefícios.

A empresa oferece uma solução completa aos seus clientes, por meio de uma tecnologia proprietária, e seu portfólio inclui crédito imobiliário, de veículos e empréstimo consignado, proporcionando acesso a diversas soluções e serviços com opções integradas de financiamento e refinanciamento.

Em soluções para o consumidor, oferece reforma de imóveis; uma plataforma própria de varejo online de carros usados (Creditas Auto) e após seu investimento estratégico na Voltz Motors, motocicletas e scooters elétricas de última geração.

É a maior corretora de seguros independente do Brasil, oferecendo seguros de automóveis, residenciais e trabalhistas em parceria com mais de 16 operadoras. Fundada em 2012, emprega mais de 2.600 colaboradores em escritórios em São Paulo, Barueri, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Valência (Espanha) e Cidade do México.

Recebeu aportes de fundos de capital de risco internacionais, que somam mais de US$ 569 milhões e foi reconhecida pelos rankings KPMG, Business Insider e Glassdoor como uma das fintechs mais promissoras do mundo.

Comentários estão fechados.