Do balcão do bar para a mesa de casa - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Do balcão do bar para a mesa de casa

Setor de bebidas alcóolicas vem mudando de perfil e continua crescendo mesmo na pandemia

Um dos segmentos que sempre está em crescimento na economia mundial é o de bebidas alcoólicas,mesmo durante a pandemia. Segundo a empresa de consultoria IWSR Drinks Market Analysis, o setor espera crescer em até 3% em 2022.

No Brasil, o mercado de bebidas alcoólicas vem notoriamente se diversificando. A posição dominante da cerveja como produto mais demandado vem sendo cada vez mais ameaçada por um consumidor que deseja explorar mais, principalmente, os vinhos e destilados.

Além disso, o foco do consumo migrou para dentro das casas, o que provocou um aumento nas vendas online e, paralelamente, uma reaproximação entre consumidores e bartenders no ambiente virtual.

Um dos setores que mais ganhou força foi o de coquetéis engarrafados. Anteriormente, havia pouca demanda pelos produtos, devido à variedade de bares de coquetéis e as más condições de engarrafamento.

Com a pandemia da covid-19, foi necessário o investimento em melhores tecnologias de armazenamento e a reorientação das empresas para o consumo doméstico.

Um dos cases de sucesso neste segmento é a destilaria APTK Spirits, que cresceu 248% em janeiro de 2022 em relação ao mesmo período do ano anterior.

A empresa produz, além de coquetéis tradicionais, drinks engarrafados autorais, como o Sur L’Orange (à base de cachaça) e o Gallo Tropicalle (releitura do famoso rabo de galo).

A direção da companhia aposta em uma continuidade de crescimento para o resto do ano.

De fato, a ausência de bartenders e bares de coquetéis (durante a pandemia) deu aumento à demanda por drinks engarrafados.

“É óbvio que o consumo nos bares é algo completamente distinto, mas quando eu assino uma bebida da APTK, o consumidor sabe o nível de comprometimento e qualidade do que está bebendo”, diz Alexandre D’Agostino, bartender e sócio-fundador da APTK Spirits.

Enquanto a ida aos bares não é completamente segura devido à pandemia, o setor só tende a crescer.

As tendências do segmento, de fato, apontam para este caminho e a direção da Abrabe – Associação Brasileira de Bebidas espera resultados positivos em 2022. O mercado de bebidas brasileiro pode abrir um bom drink para comemorar.

Sobre APTK Spirits:

A APTK nasceu para o mundo, para conectar pessoas com a natureza e com o que é importante.

Paulistana que dialoga com sotaques de norte a sul, a nova APTK Spirits vem para controlar a produção e comercialização dos coquetéis engarrafados e dos destilados.

Hoje, com uma fábrica em Perdizes, APTK conta com uma linha de mais de 30 produtos que podem ser encontrados no e-commerce: http://www.aptkspirits.com/ e nos melhores bares, restaurantes e empórios da cidade.

balcao-do bar

Comentários estão fechados.