Campo de provas de inverno da Pirelli também se torna operacional no verão - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Campo de provas de inverno da Pirelli também se torna operacional no verão

A instalação de última geração também pode receber novos veículos eletrificados: o hipercarro elétrico Rimac Nevera está entre os carros mais recentes testados no inverno

As programações de testes de inverno chegaram ao fim no Sottozero Centre da Pirelli, na Suécia, enquanto a programação de testes de verão está prestes a começar.

A renomada instalação de testes de inverno da Pirelli agora sediará também testes no verão, em um movimento que surgiu graças à crescente necessidade de desenvolvimento de produtos – especialmente quando se trata de pneus all season e de inverno – em estradas secas e molhadas.

A velocidade com que os carros novos chegam ao mercado significa que há uma necessidade crescente por pneus mais modernos e adaptados aos veículos mais recentes – razão pela qual a Pirelli renovou toda a sua linha Cinturato e Scorpion em apenas dois anos, ao longo das três versões (verão, inverno e all season).

Embora, atualmente, haja uma maior utilização da simulação e realidade virtual, os testes físicos continuam sendo uma premissa da filosofia de desenvolvimento da Pirelli para validar o desempenho, e é por isso os campos de prova estão sendo mais utilizados.

Além do Sottozero Centre, na Suécia, a Pirelli também conta com sua conhecida instalação Vizzola Ticino, perto de Milão, especializada em dirigibilidade em piso molhado há mais de meio século, além do novo Circuito Panamericano no Brasil: atualmente o maior complexo multipistas de toda a América Latina.

O Pirelli Sottozero Centre

O campo de provas Sottozero Centre da Pirelli, em Flurheden, cerca de 900 quilômetros ao norte de Estocolmo, cobre uma área de 120 hectares, com 250.000 metros quadrados dedicados a circuitos e 1.300 metros quadrados de edifícios.

O centro foi inaugurado em 2017 e expandido um ano depois. O layout atual inclui circuitos de dirigibilidade, uma área de teste aberta e faixas com inclinações de até 20%.

Um circuito de dirigibilidade seco e molhado foi construído para uso no verão, cada um com 1.200 metros de extensão, e há também uma reta de 400 metros para testar tanto a frenagem em pista seca quanto em molhada.

Os edifícios incluem espaços dedicados para oficinas e escritórios, com instalações que também contam com uma tradicional sauna no estilo nórdico.

Adpatado a todos os tipos de carros e pneus

A variedade de instalações de teste disponíveis no Pirelli Sottozero Centre permite que os pneus sejam desenvolvidos para cada tipo diferente de carro – e agora em qualquer época do ano.

Além disso, graças a estrutura de carregamento disponível e a variedade de testes que podem ser realizados, o campo de provas de Flurheden também é adequado para o desenvolvimento de pneus para a última geração de híbridos plug-in ou carros completamente elétricos.

Entre os fabricantes que recentemente usaram as instalações suecas para testar os produtos de inverno da Pirelli está a empresa croata Rimac, que testou os novos pneus de inverno para seu hipercarro elétrico mais recente, o Nevera.

Comentários estão fechados.