Turismo na Europa: viajar de Portugal para Irlanda é simples e barato - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Turismo na Europa: viajar de Portugal para Irlanda é simples e barato

* Cristina Maya

Morar em Portugal ou em qualquer outro lugar da Europa é uma grande vantagem para aqueles que gostam de realizar viagens, sejam elas curtas ou longas.

Isso porque estar no continente permite realizar o deslocamento de forma rápida e barata, especialmente ao optar por viagens de avião com as companhias low cost, que podem chegar a custar 7 euros em períodos de promoção.

Com essa vantagem, tive a oportunidade de fazer uma viagem até Dublin, na Irlanda, por alguns dias e descobrir como a cidade pode oferecer uma experiência única para quem gosta da vida noturna e de boas histórias.

Passamos 3 dias na cidade e o trajeto de Portugal à Dublin levou cerca de 2 horas pela Ryanair, uma das companhias mais utilizadas dentro da Europa.

A cidade possui uma ótima infraestrutura para locomoção com transporte público, então optamos por ele para fazer os passeios.

Até mesmo porque as vias e carros são feitos para mão inglesa, como na Inglaterra, sendo que o volante fica do lado direito e nem sempre as pessoas se sentem seguras para alugar um carro nesse caso.

Em Dublin não tem Uber, mas é possível baixar aplicativos para pegar táxis.

A compra do ticket para ônibus pode ser feita para o dia, semana ou mês pelo aplicativo Dublin Bus, que tem até opção para ficar em português, além de poder comprar nos terminais e no aeroporto.

Diversos ônibus passam pela O’Connell Street, que é uma das principais ruas turísticas, com diversos pubs e restaurantes. A primeira parada foi no Prestatura, um restaurante muito bom e com muitas opções.

No entanto, vale ressaltar que alimentação não é um dos pontos mais baratos do passeio, sendo que o jantar para X pessoas, com pratos e drinques custa cerca de 200 euros.

Mas o que realmente chama a atenção são os pubs, que são muito tradicionais em Dublin.

Alguns estabelecimentos estão abertos desde o século XVIII e a própria cerveja Guinness, a mais clássica do país, existe desde o ano de 1759.

Além dos pubs locais, também é uma boa conhecer a fábrica da cerveja, que é aberta para visitantes.

O último passeio da noite foi o Temple Bar, um pub muito animado e bem concorrido, aberto desde 1840.

Não é necessário pagar entrada, mas normalmente existe uma fila para entrar e muitas pessoas optam por ficar na área externa tomando suas cervejas.

Há tanta história no local, que além dos frequentadores comuns, muitas personalidades passaram por lá, como filósofos e escritores.

Além de Dublin, toda a Irlanda possui paisagens belíssimas e valem a viagem, mas a melhor coisa é saber que é possível conhecer diversos países sem gastar muito.

Sobre Cristina Maya

Cristina Maya é YouTuber e criadora do Vamu Ver!, marca nacional registrada em Portugal pelo INPI, Instituto Nacional da Propriedade Industrial sob o nº 616476. É formada em Letras, lecionou língua inglesa no Brasil. Estudou e morou nos EUA. Atualmente, promove postagens sobre dicas de viagens, além de tutoriais voltados para Portugal, país onde reside.

Ela e seu companheiro, que possui dupla cidadania, chegaram a Portugal em fevereiro de 2018 com malas, cinco animais com visto de residência D7 e com muita esperança de dias melhores no novo país. Por meio das mídias sociais do Vamu Ver!, Cristina fornece informações sobre dicas de viagens, gastronomia e compartilha o dia a dia em Portugal e as experiências de uma brasileira no exterior. Por meio de parcerias com agências de viagens e hotéis, ela consegue oferecer descontos para a sua viagem e estadia, além de vídeos com o passo a passo de quem quer visitar ou morar legalmente, em Portugal.

Comentários estão fechados.