Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Melhor lugar para se viver no Rio de Janeiro

0 80

A cidade maravilhosa é o desejo de muitos. O Rio de Janeiro recebe milhares de visitantes do Brasil e do mundo. Segundo o Ministério do Turismo, é o destino principal dos turistas estrangeiros no país, atraídos pelas praias, cultura local e a hospitalidade. E continua sendo, segundo uma pesquisa da Euromonitor International, uma das cem cidades do mundo mais visitadas.

Mas, e para quem sonhar em morar aqui, qual é o melhor lugar para se residir na cidade do Rio de Janeiro?

Se você está planejando escolher um lugar para viver no Rio, como popularmente é conhecido, mas tem dúvidas sobre qual região optar, a Revista Capital Econômico fez um levantamento que pode te ajudar a tomar essa decisão.

Porém, antes de aprofundar o assunto, é importante levar em consideração alguns dados imprescindíveis: a longevidade, a renda e a educação, que são os três principais pilares que determinam o título de melhor lugar para se morar no Rio ou em qualquer outra cidade. Isso, baseado em pesquisas realizadas pela Fundação Getúlio Vargas, em parceria com o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

E adivinhem: é a cidade de Niterói a região que melhor atende todos esses requesitos.

O município tem o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado (entre 0,8 a 1), de acordo com o Atlas Brasil.A cidade tem como símbolos grandes obras do conceituado arquiteto Oscar Niemeyer.Grande destaque da região também vai para à área da saúde, que fica em primeiro lugar no Estado na oferta de médicos e cirurgiões.

E qual a realidade da cidade do Rio de Janeiro?

Considerada o maior destino turístico internacional do Brasil, da América Latina e do Hemisfério Sul, o Rio dispensa comentários.O título de “cidade maravilhosa” reflete seus pontos turísticos surreais, sendo os mais visitados o Pão de Açúcar, Cristo Redentor, Morro do Corcovado e Parque do Flamengo.

A cidade também possui grande diversidade de lugares ótimos para lazer e com atrações em diversas áreas. No Rio, o mercado imobiliário também é um dos com mais expectativas por sua grande oferta e procura.

Segundo representantes da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-RJ) e do Sindicato da Habitação no Rio (Secovi Rio), esse setor vem reaquecendo nos últimos quatro anos e sendo ótimo para investimentos. Vale lembrar que o preço do metro quadrado em algumas regiões do Rio caiu 3,9 % nos últimos doze meses. A seguir, você vai conferir os bairros mais nobres da cidade e tirar suas conclusões sobre os melhores lugares para morar no Rio de Janeiro!

Qual é o bairro mais chique do Rio de Janeiro?

No Rio de Janeiro, há uma grande diversidade de ótimos lugares, que combinam grandes atrações e áreas nobres, em cenários incríveis que parecem ser um pedaço do céu na terra.

Confira a seleção de alguns dos bairros mais tops e procurados que cercam as áreas nobres da cidade:

1- Ipanema

Localizado na zona sul do Rio de Janeiro, o bairro de Ipanema é um dos mais conhecidos e badalados da cidade. O local abriga mais de 42 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que também aponta o perfil da população do lugar de classe alta, com renda mensal domiciliar de R$ 10 mil reais.

E não há do que reclamar do estilo de vida por lá: com uma expectativa de vida de 77 anos, o local tem diversos atrativos que vão desde de as mais belas praias, vida cosmopolita agitada, esportes e diversão. O local é literalmente imagem de cinema. Possui uma beleza tremenda e é visitado por turistas do mundo todo.

Por lá, é possível caminhar e avistar os pontos turísticos como o Morro dos Dois Irmãos, um dos cartões postais da cidade. Ou quem sabe, tomar uma água de coco enquanto caminha na orla da Praia de Ipanema, com 2,6 km de extensão. E se prepare: na altura do posto 9 você encontrar muitos jovens, festas e até mesmo celebridades.

É em Ipanema também que se encontra a Pedra do Arpoador, um local muito visitado para ver o pôr do sol e apreciar toda a beleza da praia carioca, além de ser considerada o paraíso dos surfistas.

Nesse clima, é possível aproveitar praticar atividades esportivas de areia ou aquáticas, como skimboard surf, vôlei, futebol, frescobol e futevôlei. As areias do Leblon também recebem campeonatos esportivos.

A região possui muitos comércios e nas ruas, é pode-se encontrar lojas e boutiques de marcas famosas como Osklen, Farm, H. Stern, Mont Blanc, que vendem justamente para o público alvo de moradores e turistas.

O local é também polo cultural da cidade do Rio de Janeiro, abrigando importantes espaços como a Casa de Cultura Laura Alvim, Teatro Ipanema e Estação Ipanema, que recebem artistas locais e reconhecidos na cena cultural brasileira.

Ipanema é um dos locais mais desejados do Rio de Janeiro e oferece aos moradores boa infraestrutura e empreendimentos de alto padrão. Só em 2018, segundo o IBGE, aumentou em 23% o número de pessoas com renda para locação de imóveis no Estado do Rio de Janeiro. Isso facilitou o mercado de aluguéis a longo prazo ou por temporada, nos últimos anos.

Segundo o Secovi RJ, imóveis de três quartos valorizaram 72% desde 2010, e por isso, empreendimentos em regiões como Ipanema se tornaram um ótimo atrativo para negócios imobiliários.Ipanema, portanto, entra na disputa como o melhor lugar para se morar no Rio de Janeiro.

2 – Copacabana

Conhecido mundialmente por concentrar o maior reveillon do mundo, o bairro está localizado também na zona sul, e é marcado por sua grande história e valor cultural.Os mais de 101 quarteirões e 4 km de extensão do bairro abrange as praias de uma das orlas mais famosas do mundo. Abrigam também os mais de 143 mil habitantes (IBGE), que tem um perfil eclético como famílias, jovens e idosos, que representam um terço da população do bairro.

Copacabana é um dos cartões postais do Rio de Janeiro com suas praias como os principais pontos turísticos e mais visitados do bairro. O famoso calçadão, que divide a praia das ruas, é composto por pedras portuguesas forma o desenho das ondas do mar que compõem toda a orla.Além disso, esse é um local para se apreciar a vista e também curtir os vários bares e restaurantes espalhados com música ao vivo e boa gastronomia.

Nessa região de praia, aos domingos e feriados, uma parte da via fica interditada para prática de lazer e esporte. Ocasião perfeita para quem deseja andar de bike na famosa ciclovia ou fazer caminhadas pelo calçadão ou, então, na areia.

A cena cultural e gastronômica da região é marcada pela boemia, bares, espaços culturais como Teatro Net Rio e Cinema Roxy, que fica a poucos passos da praia. Copa também, como é popularmente conhecida, possui as praias do Rio que mais recebem eventos variados como shows e campeonatos esportivos de vôlei.

A região é também a escolhida onde os cariocas morariam na zona sul, segundo uma pesquisa da Universidade Cândido Mendes. Além disso, o bairro tem farta condução, fácil acesso ao centro da cidade, comércios, dois grande hospitais particulares, quiosques, restaurantes e bares espalhados à vontade, proporcionando assim uma perfeita acomodação.

Copacabana é um dos pontos de grande procura e aquece o mercado imobiliário, que conta com mais de 92 mil edifícios com moradores de classe média, classe média alta e classe alta,segundo o IBGE, e com renda de até cinco, ou mais, salários mínimos. Assim, Copa se torna uma ótima opção para quem quer investir em imóveis para aluguel por temporada, principalmente em épocas festivas.

Só no reveillon de 2020, segundo a Rio Tur, a região recebeu 2,9 milhões de turistas. Eles movimentaram cerca de 5,9 bilhões, de acordo com uma estimativa publicada pela Agência de Notícias do Turismo. Além disso, por ser uma região eclética, possui também seus locais de luxo como o Copacabana Palace Hotel, que com 96 anos de história, possui grifes de marcas renomadas como a Gucci e restaurante internacional com duas estrelas michelins .

3 – Laranjeiras

O bairro é um dos queridinhos da cidade.Harmonioso e tranquilo devido às suas áreas verdes, clima estável, feiras e barzinhos, também fica localizado na zona sul, perto de pontos turísticos famosos. É um bairro carregado de história política , cultural e econômica, desde o século XVIII. É por isso um dos mais antigos e nobres bairros da Zona Sul.

A região abriga, de acordo com o IBGE, mais de 45 mil habitantes de classe média alta e classe alta, de jovens até idosos. O bairro é mais conhecido por abrigar o Palácio Guanabara, que até hoje é a sede oficial dos governos do Estado do Rio de Janeiro. É também lá que fica o Palácio Laranjeiras, residência oficial dos governadores.

Laranjeiras também conta com a sede do Fluminense Football Club e do Batalhão de Operações Policiais Especiais,o conhecido BOPE.

A região é um dos melhores bairros da zona sul com fácil acesso para outros na zona norte.

A arquitetura de Laranjeiras chama a atenção dos moradores e turistas que se deparam com elegantes edifícios e arquitetura antiga preservada. Laranjeiras é a típica cidade bem cordial que possui programa para todas as idades e grandes passeios imperdíveis, como:

• Praça São Salvador – uma das praças mais tradicionais e um típico local cercada por bares, mercado de artesanato e eventos musicais como rodas de choro ao vivo aos domingo. E claro, com comidinhas deliciosas para experimentar.

• Feira da General Glicério – o lugar é ideal para visitar aos sábados de manhã, quando acontece a maravilhosa feira livre com legumes, frutas e verduras.

• Parque Eduardo Guinle -outro ponto que chama a atenção, pois foi lá onde morou Eduardo Guinle, um dos empresários cariocas mais tradicionais e conhecidos.

Além disso, a boemia invade Laranjeiras nos eventos de música ao vivo, enquanto é possível fazer uma degustação de cervejas e pastéis, bolinhos de bacalhau e tapiocas.

4 – Barra da Tijuca

Localizada na zona oeste do Rio, é um dos mais recentes bairros construídos na cidade e se destaca por suas praias paradisíacas, condomínios, shoppings centers e diversas opções culturais.Possui muitos atrativos e é perfeita para quem curte a mais alta gastronomia, a prática de esportes paradisíacos, como trilha em ilhas da região, e aquáticos, como o surf.

A Barra tem a maior praia do Rio (15 km de extensão),e a praia do Pêpe é a mais famosa delas. Outro a atrativo fica fica por conta da famosa Avenida Sernambetiba.É na Barra da Tijuca também que concentra a presença de moradores famosos e pessoas da mais alta sociedade. Por esse motivo, o bairro possui um custo de vida mais elevado.

Segundo o IBGE, é o bairro detentor da maior renda per capita da cidade do Rio de Janeiro. Já de acordo com o Secovi Rj, o lugar possui moradores espalhados nos mais de 56 mil domicílios. Ainda segundo o órgão, a maior parte deles é de classe média e alta e possuem escolarização e ensino superior completo. Além disso, a Barra da Tijuca atrai milhares de jovens que buscam por qualidade de vida e preço acessível.

De acordo com a Ademi RJ, o lugar já recebeu mais de 1,3 bilhões de investimentos nos seus centros comerciais, criando 152 mil metros quadrados de área bruta locável. Além disso, as sedes de grandes empresas mudaram para a região, em busca de qualidade de vida, lema central da Barra da Tijuca.

Além disso, a região também é conhecida por receber grandes eventos na Cidade das Artes e no Parque Olímpico, como as Olimpíadas de 2016 e o famoso Rock In Rio,evento que movimenta o mercado imobiliário com o aluguel por temporada.

A Barra também contempla diversos outros espaços culturais e do mercado de luxo em shoppings de alto nível como o Village Mall, com grifes internacionais como Hugo Boss e Louis Vuitton.

5 – Cosme Velho

Considerado como um dos lugares mais elegantes e nobres do Rio, Cosme Velho é um convite perfeito para quem gosta de um lugar muito tranquilo na zona sul. Com mais de sete mil habitantes (IBGE) esse também é um bairro com muita história preservada em seus quatro cantos.

O lugar é repleto de casas históricas e cantos alternativos.Além disso, também é cenário da moradia de um dos maiores escritores da literatura brasileira, Machado de Assis. Logo andar pelas ruas de Cosme Velho é como dar uma volta ao passado.

A região possui grandes edifícios antigos e conta com um clima muito agradável por ser bastante arborizado.Além de segurança depois da instalação das UPPS (Unidades de Polícia Pacificadoras), a região conta com as melhores instituições de ensino, comércio e farta condução para acessar todas as demais regiões da cidade.

Foi um dos bairros escolhidos para ser resgatado por meio do projeto Porto Maravilha, que revitalizou diversps bairros na cidade do Rio de Janeiro. Sem perder sua elegância histórica, tal feito teve seus impactos positivos, como o surgimento de mais imóveis comerciais e residenciais na região. Além disso, o Secovi RJ aponta que os preços de venda de imóveis na região caíram 6,6 %, atraindo investidores.

Outro ponto que atrai moradores e turistas e valorizou o status do Cosme Velho é a procura pela região por estar localizada no sopé do morro do Corcovado e abrigar a estação de trem que leva os visitantes até o Cristo Redentor, o maior cartão postal do Rio de Janeiro e uma das sete maravilhas do mundo moderno.

6 – Leblon

Cenário de novelas, no sentido literal da palavra, Leblon recebe o “status” de bairro mais nobre do Rio. Fazendo dupla com Ipanema, o lugar é muito tranquilo e possui ótimas opções de lazer, cultura, gastronomia, tudo com qualidade de vida e segurança.

Liderando o ranking dos bairros mais caros do Rio, Leblon continua no topo com um preço médio por m² de R$ 21.416,00, segundo o portal Imóvel Web. Cercado por pontos turísticos conhecidos no mundo todo, o bairro é muito desejado por seu “status” badalado. Possui mais de 46 mil habitantes e com renda média de 6 mil reais (IBGE) e uma expectativa de vida média de 78 anos. É também considerado um dos bairros mais seguros,possuindo câmeras de monitoramento ao vivo do Centro de Operações da Prefeitura do RJ.

O bairro Leblon já foi revitalizado pelo programa Rio Cidade, da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro. Segundo a arquiteta responsável pelo projeto,Carlota Sampaio, o lugar ganhou nova infraestrutura, arborização, fiação subterrânea e mobiliário urbano, tudo “inspirado na qualidade de vida de países de primeiro mundo”.

O local também chama a atenção pela sua grande oferta de espaços culturais, restaurantes, que vão desde a mais alta culinária até churrascarias animadas. Além disso, conta com dois grandes shoppings com marcas nacionais e internacionais,bem como boutiques que fazem parte do cartão postal da cidade e do polo para compras.

Falando nisso, Leblon é contemplado por uma parte do cenário que compõe a Lagoa Rodrigo de Freitas e tem a classe média alta não só do bairro, mas também de regiões vizinhas.

Todavia, de acordo com pesquisas, há grandes variações de preço entre os bairros do Rio, chegando a custar até 800% mais caro.

Para o mercado imobiliário, o Leblon é uma ótima opção para morar e investir pois tem rara desvalorização. Além disso, segundo a Fipe Zap, os preços dos imóveis do Rio vem se ajustando nos últimos anos.

Qual a rua mais cara do Rio de Janeiro?

Em uma pesquisa feita pela consultoria Cushman & Wakefield, em dezembro de 2018, foi constatado que o metro quadrado da rua Garcia D’Ávila, em Ipanema, é o mais caro.

A rua tem o valor médio de R$ 250,00 para locação; logo é a 3ª rua mais cara na América do Sul e a 43ª no ranking internacional.

Quais os bairros mais seguros do Rio de Janeiro?

Segurança é um dos primeiros quesitos levado em consideração.

Logo, é preciso ter muita cautela quanto a isso ao escolher um local para morar Por isso, também elegemos abaixo os bairros considerados mais seguros, conforme pesquisas. São eles:

• Barra de Tijuca

• Recreio dos Bandeirantes

• Leblon

• Freguesia (Jacarepaguá)

• Lagoa

• Leme

• Copacabana

• Urca

• Laranjeiras

Para esta pesquisa, levou-se em consideração alguns pontos essenciais, tais como:

•Planejamento e policiamento da área

•Iluminação pública

•Movimentação

•Centros comerciais na região

•Vizinhança

Se você está planejando se mudar para a cidade maravilhosa, atente-se, sobretudo, nessas dicas para aproveitar o máximo cada pedacinho do Rio!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.