Economia: veja 5 dicas para melhorar sua relação com o dinheiro
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Economia: 5 dicas para melhorar sua relação com o dinheiro

Quer melhorar a sua relação com o dinheiro? Confira 5 dicas que podem te ajudar a entender melhor a economia!

Economia financeira é um assunto que interessa muitas pessoas. No entanto, a busca por um conhecimento mais aprofundado sobre finanças geralmente só chega quando já estão endividadas ou passando por alguma dificuldade.

O assunto é extremamente importante, mas começou a ser discutido nas escolas há pouco tempo. Ou seja, muitas gerações não foram preparadas o suficiente para ter autonomia financeira e uma relação saudável com o dinheiro.

Por que é importante saber de economia?

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o percentual de endividados no Brasil era de 66,5% no fim de 2020.

Claro que muitos outros fatores influenciam nesse número, afinal, estamos falando de um período de crise provocada pela pandemia. No entanto, em 2019, os endividados já chegavam a 63,6%, sendo o cartão de crédito a principal fonte de dívida.

De fato, pensar em como saber economia auxiliaria muito esse cenário. Além disso, ter acesso à educação financeira desde cedo é fundamental para o desenvolvimento de bons hábitos em relação ao dinheiro. Assim como conhecer as possibilidades e riscos de investimento e as principais formas de poupar.

Esse conhecimento ajuda não só a se preparar para ter mais tranquilidade, mas também para lidar melhor com imprevistos. Afinal, muitos acontecimentos podem afetar a situação financeira e nem sempre conseguimos prevê-los.

Gastos inesperados com saúde, problemas com carro, reformas urgentes em casa e desemprego são apenas algumas das situações que podem bagunçar o orçamento. No entanto, ao criarmos uma boa relação com as finanças, fica mais fácil enfrentar os desafios sem gerar dívidas e se arriscar.

Entretanto, a educação financeira não serve apenas para resolver imprevistos. Ela também ajuda a realizar sonhos e pode ser a organização que faltava para fazer uma viagem, começar um curso ou morar sozinho. Pode ainda ser o empurrãozinho para pedir demissão para empreender ou comprar algo que sempre quis.

Ter mais consciência sobre economia e o que fazer com o dinheiro é o melhor caminho para tomar decisões mais acertadas e viver melhor.

5 dicas importantes para aprender sobre economia e melhorar suas finanças

Certamente ao descobrir como saber economia, também te ajuda na hora de ter um relacionamento melhor com as suas finanças. Decerto, dicas são sempre bem-vindas para lidar com suas finanças pessoais e ter uma vida mais equilibrada. Então confira algumas delas a seguir.

1. Anote o dinheiro que entra e sai da sua conta

O primeiro passo é saber quanto você recebe e quanto gasta. Para isso, você pode criar uma planilha e anotar todo o dinheiro que entra e sai da sua conta bancária.

Esse destrinchamento de gastos e recebimentos é uma excelente maneira de visualizar a sua vida financeira de forma completa e descobrir onde pode economizar. Uma boa maneira de fazer isso é separando os gastos por categorias, como por exemplo:

  • moradia;
  • educação;
  • família;
  • alimentação;
  • lazer.

2. Faça uma reserva de emergência

Outro passo para ter mais saúde financeira é fazer uma reserva de emergência. Para isso, você terá que se organizar para poupar uma quantia, preferencialmente fixa, todo mês ou sempre que possível.

A reserva de emergência serve para salvar na hora do imprevisto. Por isso, o ideal é ter uma quantia que consiga cobrir os seus gastos mensais por ao menos 6 meses a 1 ano.

Dessa maneira, se você precisar se afastar e ficar um tempo sem fonte de renda, ou com gastos maiores do que o previsto, conseguirá pagar as contas sem precisar recorrer a empréstimos.

3. Defina metas de economia

Metas são fundamentais para uma vida financeira de qualidade e, claro, para a realização dos seus objetivos. Por isso, pense e registre tudo o que você pretende alcançar a curto, médio e longo prazo. 

Inclua tudo o que precisa fazer para atingir as suas metas, por exemplo: cortar gastos supérfluos e fazer um trabalho extra para complementar a renda. Assim como investir uma porcentagem de seus ganhos para ter uma economia maior.

Com metas definidas e um passo a passo completo, você pode começar a implementar ações práticas que contribuirão para você chegar onde deseja.

4. Estude sobre economia

Se tivéssemos contato com a educação financeira nas escolas desde a infância, seria muito mais fácil falar de dinheiro e cuidar das nossas finanças. Mas enquanto essa não é a realidade, pelo menos para a maior parte da população, é preciso buscar como saber economia por conta própria.

Na sua jornada rumo à economia financeira, estude bastante sobre o assunto para conhecer as diversas possibilidades. Leia sobre o tema, escute podcasts, faça cursos, converse com amigos e familiares.

Quanto mais você falar e ouvir sobre dinheiro, mais segurança terá para tomar decisões e criar hábitos financeiros mais saudáveis.

5. Organize a sua rotina financeira

Hoje, usamos aplicativos para praticamente tudo: transporte, pedir comida, conversar com as pessoas, fazer reuniões e até mesmo para relacionamentos! Então por que não aproveitar a tecnologia também na rotina financeira?

Existem muitos apps focados em gestão financeira pessoal, como GuiaBolso, Minhas Finanças e Organizze Finanças. A vantagem de contar com esses recursos para controlar as finanças é ter espaço para definir suas metas. Bem como separar os gastos por categorias, gerenciar recebimentos e acompanhar diariamente as transações da sua conta bancária.

Confira também:

As 10 melhores iniciativas de Economia e Investimentos do Brasil

Juros: veja como ele impacta a economia e os seus investimentos

Comentários estão fechados.