Como escolher a banheira dos sonhos - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Como escolher a banheira dos sonhos

Você sempre nutriu o desejo de ter uma banheira em casa, mas não faz ideia de qual modelo escolher? Confira algumas dicas que vão te ajudar a não errar na hora de comprar este produto tão desejado

Muitas pessoas sonham em ter uma banheira em casa. Afinal, um bom banho de hidromassagem ajuda a relaxar, recuperar a energia – após uma longa jornada de trabalho –, oferece vários efeitos terapêuticos e benefícios à saúde, além de ser um momento único de autoconexão. “Cerca de 77% da população mundial sofre de estresse.

Uma forma que tem se mostrado bastante eficaz no combate desta e também de várias outras enfermidades são os banhos mornos, com temperatura entre 30 e 40 graus, aliados aos jatos de águas.

Alguns adicionais como luzes para cromoterapia e a ozonioterapia potencializam o efeito relaxante das banheiras”, diz Rodrigo Borges, CEO da Riolax.

Mas, para não errar na hora de escolher a banheira certa para sua casa, é preciso observar algumas características.

De acordo com o CEO da Riolax, antes de bater o martelo, deve-se pensar na finalidade da banheira. “Antes de mais nada, defina o objetivo principal.

Analise o porquê você quer tê-la. Se o desejo é ter um lugar de imersão para relaxar na água quente com ervas, ou uma hidromassagem que tenha jatos de água, se é para uso de uma ou mais pessoas, entre outras coisas”.

Segundo Rodrigo, o ambiente onde o produto será instalado é um ponto importante a ser considerado para escolher o melhor modelo.

As banheiras de hidromassagem são perfeitas para banheiros, podendo ser de um ou mais lugares.

“Para áreas externas, pode-se optar por ofurôs, ideais para quem prefere um ambiente conectado à natureza como, por exemplo, um lindo jardim ou em um deck com vista para uma montanha. Já para apreciar o fim de semana com a família e os amigos, recomenda-se o uso de spas. Este produto possui vários modelos, com opcionais como frigobar, e um número variado de lugares para se adequar ao tamanho da sua diversão”.

Faça um projeto

A arquiteta Maria Fernanda Silva de Oliveira, do escritório Estúdio 4 Soluções em Arquitetura, destaca que o projeto arquitetônico deve definir o tipo correto de banheira para cada ocasião.

“De acordo com o desejo do cliente, especificamos o produto que melhor se adequa à planta, seja spa, hidromassagem ou ofurô”.

No caso de uma casa construída do zero, explica Fernanda, o espaço destinado à banheira é previamente pensado, a escolha do tamanho e modelo do produto fica a cargo do gosto e necessidade do usuário, cabendo ao arquiteto dimensionar o ambiente de acordo com as dimensões pré-estabelecidas.

“Quando se trata de uma reforma, a situação fica um pouco mais restrita, pois é necessário, por exemplo, que seu banheiro já tenha área suficiente para receber a banheira ou escolher um produto que se ajuste ao espaço existente”.

No caso de apartamentos e coberturas, levar em consideração a estrutura do imóvel é primordial. “O peso de uma banheira cheia de água é considerável e, em muitos casos, essa sobrecarga não é levada em conta no cálculo estrutural.

Então, deve-se verificar com o síndico as plantas estruturais do edifício para averiguar a possibilidade da instalação de uma hidromassagem, ofurô ou spa no prédio.

Por isso o papel do arquiteto é tão importante para cuidar de todos os detalhes para a escolha e instalação da banheira correta”, ressalta a arquiteta do escritório Estúdio 4 Soluções em Arquitetura.

Para finalizar, Rodrigo Borges salienta a grande variedade de produtos que, atualmente, a Riolax oferece aos seus clientes e que atende às diversas necessidades, espaços e projetos.

“Seja spas quadrados, que necessitam de mais espaço para instalação, ou modelos redondos para projetos mais arrojados, ou até mesmo banheiras triangulares, de canto, ideais para ambientes menores, nossos clientes conseguem encontrar nas mais de 20 lojas Riolax espalhadas pelo Brasil”.

Comentários estão fechados.