Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Autonomia no trabalho: como conquistá-la?

*Por Uranio Bonoldi

Autonomia, pode ser definida como a necessidade de ser responsável por nossas experiências e ações – uma definição ligeiramente diferente da ideia tradicional de que autonomia é igual a independência. A distinção aqui é que a autonomia demonstra entusiasmo e vontade de participar de várias atividades ou comportamentos, que estão alinhados com os verdadeiros anseios e valores de um indivíduo. Existe um senso entre opção e escolha que permite que as pessoas se envolvam em atividades que gostam, em vez de agirem sobre algo puramente porque estão “fazendo o que lhes é dito”.

Cada vez mais, estudos mostram que adotar autonomia no local de trabalho leva a efeitos positivos no bem-estar e na satisfação no trabalho. E, sabe-se que uma maior autonomia mostra um aumento nos níveis de motivação, criatividade e felicidade dos funcionários. Os gerentes também estão percebendo que o apoio à autonomia é essencial, pois equivale à produtividade ideal, devido à sua vontade de executar e concluir tarefas de forma equilibrada.

Outras vantagens da realização da autonomia, dentro e fora do local de trabalho, é que essas pessoas estão se sentindo psicologicamente saudáveis, seguras nos relacionamentos e na capacidade de desempenhar o melhor de suas habilidades, além de se sentirem satisfeitas com o trabalho em questão.

Os funcionários que esperam ter autonomia podem tentar várias estratégias para aprofundar seu senso de liberdade no local de trabalho. Há mais de uma maneira de obter autonomia, e, começar com a simples atitude de conversar com seu líder sobre o que você deseja, podeiniciar sua jornada em direção à autonomia com o pé direito.

Quando for fazer isso comece com uma pergunta específica: “Quero trabalhar em casa com mais frequência.”, “Quero mais liberdade neste projeto.”, “Gostaria de administrar essa reunião sozinho.” Explique por que você precisa: “Acho que a realização desta reunião me ajudará a aumentar minha confiança neste cliente e neste projeto.” Em seguida, deixe claro a sua responsabilidade e comprometimento: “Para ajudar a aliviar suas preocupações, mostrarei uma agenda detalhada pelo menos dois dias antes da reunião. É claro que, eu adoraria seu feedback!”.

Pedir mais responsabilidades, oferecer sua opinião e recomendações, cultivar a imagem de um líder, ajudar outros colegas de trabalho, e estar sempre bem informado, são outros exercícios que você pode praticar para ganhar essa autonomia. Mais importante que isso, é buscar saber de forma mais clara possível o que você quer! Quais são seus verdadeiros objetivos profissionais? O que você espera realizar e por quê? Apoie sua missão para se tornar mais autônomo, lembrando o propósito de você desejar mais autonomia. Quando você sabe o que quer, seu caminho para alcançar seus desejos fica mais claro e consequentemente, mais factível de alcançar.

Uranio Bonoldi atua como professor em cursos de MBA na Fundação Dom Cabral, é palestrante e escritor. A partir de sua longa experiência executiva em cargos de alta gestão, observou a dificuldade das pessoas em tomar decisões não só nos negócios, mas também na vida pessoal. Tal constatação levou-o a integrar sua experiência profissional a pesquisas e reflexões sobre liderança e processo de decision making. Na Fundação Dom Cabral ministra aulas para executivos sobre poder e tomada de decisão. http://www.uraniobonoldi.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.