Ambev entrega primeira cervejaria carbono neutro no Rio de Janeiro - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Ambev entrega primeira cervejaria carbono neutro no Rio de Janeiro

Em jornada ambiciosa, unidade de Cachoeiras de Macacu é a primeira no estado do Rio de Janeiro a atingir a neutralidade de carbono em suas operações

A Ambev segue rumo ao cumprimento de suas metas de sustentabilidade para 2025, e acaba de atingir a neutralidade de carbono em mais uma de suas cervejarias.

A unidade de Cachoeiras de Macacu, no Rio de Janeiro, deixará de emitir, por ano, mais de 4 mil toneladas de gases de efeito estufa.

Nos últimos cinco anos, a companhia investiu mais de R$ 130 milhões em tecnologia sustentável e limpa em suas operações, como parte de um plano macro, com frentes voltadas para a ação climática, gestão de água, agricultura inteligente e embalagem circular.

“No ano passado, inauguramos a primeira grande cervejaria e maltaria carbono neutro no Brasil e, seguindo a nossa jornada de descarbonização, transformamos a operação da unidade de Cachoeiras de Macacu. Essa entrega reflete o nosso compromisso com a sociedade e o meio ambiente, e queremos engajar todo o ecossistema de parceiros para promover uma mudança profunda e com impacto positivo”, conta Renata Van Der Weken, diretora de Meio Ambiente e Energia da Ambev.

Em Cachoeiras de Macacu, a Ambev apostou, no ano passado, na compra do I-REC (International REC Standard), sistema global que certifica a origem da energia elétrica de fonte renováveis.

Desde a inauguração da unidade, a companhia migrou o combustível das caldeiras de óleo BPF para óleo vegetal, já garantindo a geração de vapor de combustível renovável.

Agora em 2022, a unidade passa a operar majoritariamente com biometano, que tem um fator de emissão ainda menor que do óleo vegetal. Com o uso dessa nova fonte de energia, a cervejaria reduziu em mais de 90% as emissões de gases de efeito estufa.

Uso do biometano

A unidade de Macacu é a primeira grande cervejaria do Brasil a utilizar biometano produzido a partir da decomposição de resíduos em aterro sanitário na geração de vapor.

Até o final do ano, a cervejaria irá recuperar 100% do biogás gerado a partir do tratamento de efluentes para gerar energia, reduzindo ainda mais a utilização do óleo vegetal e as emissões residuais.

A Cervejaria Ambev de Cachoeiras de Macacu conta com mais de 320 colaboradores que trabalham para abastecer todas as regiões do Brasil. Somente nesta unidade são produzidos cerca de 280 milhões de litros de cerveja por ano, para marcas como Brahma, Antarctica e Colorado, além dos não alcoólicos Guaraná Antarctica e Tônica Antarctica.

Na Ambev, remuneração variável ligada a metas ESG já é uma realidade

Na trilha de assumir compromissos que geram cada vez mais incentivo e resultados positivos para todo o ecossistema, recentemente, a companhia anunciou que toda a alta liderança terá remuneração variável atreladas às metas de ESG.

São consideradas as iniciativas ligadas à economia sustentável, geração de valor para micro e pequenos empreendedores, projetos de impacto social, diversidade e inclusão, além de governança.

Comentários estão fechados.