5 passos para montar uma reserva de emergência - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

5 passos para montar uma reserva de emergência

Especialista do Kinvo dá dicas para quem deseja começar a guardar dinheiro para emergências e imprevistos

Ter um controle financeiro de todas as receitas e despesas é fundamental para manter as contas no azul e começar a investir, para garantir um futuro mais confortável.

No entanto, uma etapa muito importante para isso é construir uma reserva de emergência, ou seja, guardar um valor para ser utilizado em momentos de urgência e imprevistos como a perda do emprego, gastos com saúde, conserto do carro etc.

Beto Assad, analista de ações e consultor financeiro do Kinvo, aplicativo que consolida investimentos de bancos e corretoras em um só lugar, revelou o passo a passo para montar uma reserva de emergência. Confira:

Defina um valor

Não existe um valor exato para criar a reserva de emergência, afinal ele é muito relativo. O ideal é ter uma quantia que permita tranquilidade financeira caso algum imprevisto aconteça.

Para o cálculo deve-se ter como referência a renda mensal, portanto pode ser 3 meses de salário, 6 meses, 1 ano ou até mais.

“Ter uma reserva com pelo menos 12 meses de salários é um bom valor, pois 1 ano é um período interessante para a pessoa que tiver que conseguir um novo emprego e se estabelecer financeiramente, se for o caso”, explica Assad.

Organize suas finanças

Uma dica importante é incluir o valor da reserva de emergência no planejamento financeiro. A ideia é ir guardando um pouquinho todo mês até chegar no valor determinado. Desta forma, é possível destinar o valor e evitar gastá-lo com outras coisas.

Defina como investir

Para a reserva de emergência, o ideal é optar por investimentos que garantam baixo risco e maior liquidez.

Por isso, escolha por alternativas que sejam de fácil acesso, sendo possível o resgate no curtíssimo prazo.

Segundo Assad, o mercado financeiro oferece algumas alternativas que podem ser ótimas para essa finalidade.

“O Tesouro Selic, por exemplo, oferece baixo risco, boa liquidez e rentabilidade interessante. Já um CDB com resgate diário possibilita um rápido acesso ao dinheiro e rentabilidades que podem ser de 100% do CDI ou até superior”, afirma Assad.

Vale ressaltar que é importante buscar um CDB de uma instituição mais sólida. Além disso, outra alternativa são as contas que rentabilizam o dinheiro acima da poupança. Mas como o valor fica disponível na conta, é preciso ter disciplina para não utilizar a reserva para qualquer gasto”, explica o especialista.

Faça um reserva de emergência antes de criar uma carteira de investimentos

É muito importante ter uma reserva de emergência, independente do perfil de risco do investidor. Afinal, nem todo investimento tem boa liquidez e muitas vezes é preciso esperar o momento certo para resgatar o dinheiro de fundos de investimento ou vender ações.

Embora investimentos de longo prazo possam oferecer maiores retornos, imprevistos podem acontecer a qualquer momento. Por isso, a reserva é tão valiosa e deve ser o primeiro passo antes de começar a investir.

Aproveite os benefícios de ter uma reserva de emergência

Depois de criar a reserva de emergência, é possível tomar decisões pessoais e profissionais de forma mais tranquila, uma vez que a pessoa já tem um valor guardado caso os planos não saiam como esperado.

“Um dos principais benefícios é o fator psicológico, pois a pessoa pode ficar mais confortável para assumir risco, desde comprar ações, criptoativos, procurar um novo emprego ou empreender”, conclui Assad.

Sobre o Kinvo

O Kinvo é um aplicativo de consolidação que possibilita o controle, a análise e o acompanhamento de todos os investimentos em um só lugar.

Com operações iniciadas em 2018, a ferramenta conta com mais de 750 mil usuários, R$ 170 bilhões em ativos cadastrados, quase 10 milhões de interações de cadastros de aplicações e tem como missão transformar a relação entre as pessoas e os investimentos.

Com uma interface intuitiva e análises apuradas, é ideal tanto para investidores mais experientes quanto para os iniciantes terem mais autonomia e serem capazes de tomar decisões mais assertivas para melhorar seus resultados.

Em março de 2021, foi adquirido pelo BTG Pactual digital, maior banco de investimentos da América Latina.

Comentários estão fechados.