4 dicas de gestão financeira para motoristas de aplicativo - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

4 dicas de gestão financeira para motoristas de aplicativo

Organização financeira é imprescindível para manter o bem-estar e as contas em dia

Segundo o presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos (AMASP), Eduardo Lima de Souza, 25% dos profissionais deixaram de trabalhar para as plataformas desde o início da pandemia e, ainda de acordo com o especialista, um dos principais motivos foi o aumento no preço dos combustíveis.

Em meio a um cenário delicado, a Zippi, fintech que oferece o cartão de crédito semanal para autônomos, listou quatro dicas de gestão financeira para que os motoristas de aplicativo consigam ter maior controle e segurança financeira.

Deixe registrado os seus lucros e gastos

O primeiro passo para um planejamento financeiro é anotar a sua movimentação financeira, ou seja, todo dinheiro que entra e sai.

Para essa tarefa você poderá usar uma planilha (ou até mesmo um caderno) que te ajudará a ter uma noção geral das suas despesas diárias como alimentação, combustível, revisões, seguro automotivo e estacionamento, por exemplo, e o quanto elas irão impactar na sua receita ao final do mês.

Essa atitude irá te ajudar a evitar gastar mais do que você ganha, pois poderá identificar com mais precisão onde precisa economizar.

2. Crie uma reserva de emergência

A reserva de emergência é um investimento inicial para suprir possíveis imprevistos e é recomendada por diversos especialistas em finanças pessoais, pois pode fazer a diferença para manter as contas em dia em momentos de imprevisto.

Ela pode ser considerada um complemento ao registro da sua movimentação financeira, pois é a partir dessa organização que você vai descobrir quanto poderá dispor mensalmente para ser destinado à sua reserva.

3. Evite realizar compras parceladas

Como os motoristas de aplicativo trabalham de forma autônoma e não possuem uma renda mensal fixa, você precisa redobrar os cuidados com os gastos para evitar contrair dívidas.

Deve-se ter cautela em seu planejamento financeiro e isso começa no dia a dia. “Evitar realizar compras parceladas é uma das principais formas de driblar o endividamento.

Por essa razão, é importante realizar antes as contas para saber se a dívida que pretende fazer está dentro do seu orçamento.

Uma dica é se perguntar se o valor pode ser quitado à vista no momento que a fatura chegar. Outra ação simples que ajuda e muito nessa dinâmica é acompanhar os gastos constantemente no aplicativo do seu cartão de crédito”, orienta Andrea Avedissian, brand manager na Zippi.

A especialista ainda complementa dizendo que uma forma de ajudar o público autônomo no planejamento financeiro é com um cartão de crédito semanal.

“Principalmente para quem tem ganhos semanais, a organização mensal para os gastos não é uma boa opção e desta forma, após separar os valores das contas fixas, compre somente o que puder pagar em um prazo curto”, aconselha.

4. Economize combustível

Com o valor dos combustíveis nas alturas, é importante tentar economizar no que for possível e isso inclui algumas atitudes simples que podem evitar um consumo ainda maior desse recurso no dia a dia.

Procure manter os pneus sempre calibrados, pois quando isso não ocorre eles acabam apresentando maior atrito com o solo e o motor precisa realizar um esforço maior para movimentar o conjunto.

Por esse motivo, há consumo maior de combustível. Além disso, respeitar os limites de velocidade é essencial não só para aumentar a segurança de todos, como também é eficaz nessa economia, pois alterações súbitas de velocidade causam desgastes ao motor e, dessa forma, elevam o consumo de combustível.

Sobre a Zippi

A Zippi é uma fintech que oferece o cartão de crédito semanal para autônomos. O objetivo da empresa é ser o ponto de apoio para esse trabalhador, proporcionando maior controle financeiro, menores taxas e um prazo de pagamento de fatura que acompanha o seu fluxo de trabalho.

Comentários estão fechados.