Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

3 dicas para empreender na área alimentícia

Conhecido por ser o último a entrar em crise e o primeiro a sair, o ramo de alimentos é opção para negócio

O empreendedorismo por necessidade fez com que 11,1 milhões de empresas fossem criadas no Brasil em três anos e meio, segundo o Sebrae.

Dentre os ramos com potencial para crescer, o mercado alimentício se destaca, principalmente por conta da clientela. O IBGE aponta que o brasileiro gasta 25% de sua renda com delivery ou alimentação fora do lar.

Apesar da expectativa, empreender na área requer análises, estratégias e muita dedicação. Para ajudar os interessados, Georgios Frangulis, CEO e fundador da OAKBERRY Açaí Bowls , rede de alimentação saudável, separou algumas dicas.

Analise o mercado

Para o CEO, a sondagem inicial é fundamental e funciona para encontrar uma demanda que ainda não é atendida ou é negligenciada. Dentro de um nicho, os consumidores buscam vertentes do mesmo produto/serviço.

Fatores como preço, qualidade e experiência podem ser determinantes. Os concorrentes também devem ser analisados.

Observar outras marcas pode ser uma lição valiosa, segundo o CEO. Assim, o empreendedor pode entender quais os pontos fortes e fracos dos concorrentes e saber o que pode ou não fazer.

Mantenha o padrão

O negócio pode ser um foodtruck ou um restaurante de quilo, mas ter um padrão é importante para ambos, pois cria e mantém a identidade da marca.

“O impacto da padronização ajuda na fidelização dos clientes e as pessoas gostam e se sentem familiarizadas com determinado produto quando tem a certeza que irão encontrá-lo da mesma forma, servido do mesmo jeito, com o mesmo sabor, valor, tempo de preparo e etc”, comenta Georgios.

Não invente, inove!

Um negócio único e completamente novo pode não ser a melhor estratégia para o empreendedor. Para Georgios, o ideal é usar a criatividade e enxergar soluções para dificuldades presentes no dia dia.

A praticidade de pensar em inovar algo que já existe compensa o desgaste de inventar. “A invenção pode ter o fator novidade, mas a inovação traz consolidação e clientes que já consumiam o produto a moda antiga”, afirma o especialista.

Sobre a OAKBERRY

A OAKBERRY Açaí Bowls nasceu em 2016 para atender a um nicho de mercado ainda pouco explorado, o fast food de alimentação saudável.

O portfólio da rede apresenta bowls e smoothies de açaí em três tamanhos, mais de 15 toppings e algumas opções extras – desde os mais básicos como banana, granola de castanha e mel até chia, whey protein, pasta de amendoim e paçoca sem açúcar.

Atualmente a rede conta com unidades no Brasil, Estados Unidos, Emirados Árabes, Arábia Saudita, China, Austrália, Peru, Espanha, Portugal e Malta, somando mais de 300 operações.

Há planos de expansão para todas as regiões do Brasil e também para outras áreas do exterior. Com investimento inicial de R﹩300 mil, a rede faturou R﹩90 milhões em 2019.

Deixe uma resposta