Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Setembro Amarelo – exercícios ajudam no combate à depressão

Durante o mês de prevenção ao suicídio, conhecido como Setembro Amarelo, inúmeras campanhas buscam alertar sobre a importância do diálogo no combate ao problema.

Apesar de apresentar muitas causas, ele está, na maioria das vezes, relacionado à depressão, que atinge, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 11,5 milhões de brasileiros.

“O suicídio é quase sempre resultado de um transtorno depressivo, sendo essa uma de suas principais causas”, explica a psicóloga Maria Alice Fontes, doutora em Saúde Mental pela UNIFESP.

Associada a uma sensação de alta incapacidade, a depressão é caracterizada por tristeza, baixa autoestima, pessimismo e pensamentos negativos recorrentes.

O tratamento padrão exige psicoterapia e prescrição medicamentosa, sendo extremamente efetivo, porém, a prática de atividade física é uma terapia adjuvante altamente benéfica.

“A atividade física libera as endorfinas, além dos opióides, que são substâncias produzidas pelo nosso corpo para o controle da dor e regulação do humor”, explica Fontes, que também é especialista em Psicologia da Saúde pelo InCor HC – Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Mesmo não sendo suficiente para curar essa disfunção, os exercícios promovem uma sensação de bem-estar nos pacientes com depressão, que, normalmente, precisam de um estímulo para dar o primeiro passo.

“No início do tratamento, a pessoa, normalmente, se sente muito desmotivada para fazer exercícios. Contar com a ajuda de um parente ou amigo para uma caminhada, ou atividade física moderada, pode estimular o paciente neste processo”, explica o psiquiatra Luís Altenfelder, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O educador físico Rafael Oliveira, da rede de academias SELFIT, explica que não existe um tipo específico de treinamento ideal para esses casos.

“O correto é entender como a pessoa se sente e adequar um treino de baixa intensidade até que ela se sinta confortável. Treinos aeróbicos são os mais indicados no processo inicial”, afirma.

Um estudo realizado pela Universidade de Toronto constatou que praticar atividade física de 20 a 30 minutos por dia pode afastar a depressão a longo prazo.

Vale ressaltar que se os sintomas já estão manifestados, só a prática de atividade física não é suficiente para a cura, sendo necessário sempre procurar ajuda médica.

Sobre a SELFIT
A SELFIT Academias foi fundada em 2012, com a primeira unidade implantada em Salvador, na Bahia. Em 2015, a rede decidiu se associar ao fundo H.I.G Capital, elevando o negócio a uma nova escala e acelerando o seu crescimento.

A marca inovou na construção de um modelo proprietário com a criação de uma estrutura única, composta por espaços especiais conectados às principais tendências mundiais.

A SELFIT iniciou em 2019 um forte processo de expansão para o Sudeste brasileiro, que inclui o sistema de franquias também.

Até o final de 2020, a meta é chegar a mais de 120 unidades em todo o País. O formato da academia tem o objetivo de atender às necessidades dos alunos que desejam encontrar a sua melhor versão, desenvolvendo uma relação de felicidade, leveza e prazer com os exercícios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.