Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Energia solar: empresa quadruplicou seu faturamento no terceiro trimestre de 2020

A STI Norland Brasil, empresa líder em fabricação de rastreadores solares no Brasil, deve fechar 2020 com faturamento na casa de 1 bilhão de reais

A STI Norland Brasil, empresa líder em fabricação de rastreadores solares, vem mostrando sua expressividade no setor. Chegada em 2015 no Brasil, a empresa conseguiu quadruplicar seu faturamento neste ano, concretizando sua meta de fechar 2020 com faturamento na casa de 1 bilhão de reais.

“Esses resultados nos deixam bastante animados e também retratam o aquecimento do setor. Apesar de ter sido um ano cheio de desafios, a energia solar ganhou muitos investimentos em 2020 e a STI Norland conseguiu consolidar sua posição como líder na fabricação de trackers, ou rastreadores solares, no Brasil, estando presente nos principais projetos de energia solar fotovoltaica do País”, comenta Javier Reclusa, CEO da STI Norland no Brasil.

Atualmente, a empresa soma 145 projetos finalizado ou em obras em todo o Brasil e já tem 40 com entrega prevista para 2021.

“Tivemos um crescimento no faturamento de mais de 400% no terceiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2019 devido ao aumento significativo de marketshare e escolha na estratégia comercial adotada, que trouxe para dentro de casa os maiores projetos do mercado brasileiro do período”, comenta o Head de Finanças da STI Norland Brasil, Victor Hugo Costa Paixão.

Ainda segundo Paixão, outro fator importante para alavancar os resultados foi a possibilidade de uma melhor negociação com os fornecedores, devido ao volume significativamente maior da demanda, além do aumento na nacionalização de peças do tracker, otimização do tracker e estratégias de proteção cambial para garantir os preços orçados a cada projeto. “Todos esses fatores nos garantiram uma excelente performance de retorno para os nossos investidores”, conclui ele.

Para o próximo ano, as expectativas são de ainda mais movimentação no mercado de energia solar que vem ganhando cada vez mais espaço e importância entre as matrizes energéticas no Brasil.

Segundo o CEO da STI Norland Brasil, Javier Reclusa, a falta de algumas matérias-primas essenciais atualmente, como o aço, podem atrapalhar um pouco as atividades no primeiro trimestre, mas a situação deve se normalizar.

“A expectativa é que tudo melhore em 2021. A previsão é de uma recuperação gradual da economia e uma estabilização nos valores das matérias-primas, que atualmente estão com preços muito elevados, devido ao problema de escassez que vem ocorrendo no mercado. Além disso, a energia solar fotovoltaica já é a tecnologia mais barata entre as matrizes energéticas e, por isso, o mercado tem se mostrado animado para investir em energia solar, pelo seu excelente custo-benefício aliado à sustentabilidade. No Brasil, temos um mercado com um potencial enorme e é certo que vamos continuar assistindo um crescimento exponencial da energia solar nos próximos anos”, conclui Reclusa.

A STI Norland Brasil

A STI Norland, empresa de origem espanhola, é uma das líderes mundiais em projeto, fabricação e fornecimento de trackers, os chamados rastreadores solares, para projetos de energia solar fotovoltaica.

A empresa, focada em energia limpa e renovável, tem presença em oito países e cinco continentes. Só no Brasil, de 2017 a 2019, houve um crescimento exponencial em torno de 1200%, podendo ser considerada uma das empresas do setor que mais cresce.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.