Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Crescimento da produção industrial chinesa indica aceleração de recuperação pós-pandemia

Números positivos são confirmados com queda do desemprego

O crescimento de 4,4% da produção industrial chinesa em maio de 2020 na comparação com maio de 2019 marcou a segunda alta consecutiva do indicador na segunda maior economia do mundo.

O crescimento de abril na comparação com o ano passado foi de 3,9%. Os dados são do Escritório Nacional de Estatísticas da China.

Além dos dados positivos da indústria, o desemprego apresentou uma leve oscilação para baixo, de 6% em abril para 5,9% em maio.

Para Leonardo Trevisan, economista e professor de Relações Internacionais da ESPM SP, os dados positivos na China confirmam a expectativa do mercado já observada em setores como a mineração. “Esses números não são uma surpresa. A demanda chinesa por minério de ferro estava com viés de alta desde março e os dados da produção industrial já estão se refletindo no preço das ações das mineradoras. Os próximos setores a crescerem no cenário pós-pandemia serão o automobilístico e do consumo das famílias.”

Trevisan afirma que a surpresa positiva foi a recuperação dos números do emprego em maio.

“O dado mais importante está na ainda pequena queda taxa de desemprego, que indica uma inversão de tendência. Isso ainda não ocorreu nas demais economias já reabertas, como a Alemanha”, diz.

Segundo Leonardo Trevisan, tradicionais motores do crescimento chinês das últimas décadas foram novamente utilizados no cenário do pós-covid-19.

“A China saiu da pandemia na frente dos outros países e fez isso com forte investimento do governo, com destaque para a indústria pesada e infraestrutura. É a continuidade da mesma política macroeconômica das últimas décadas.”

Sobre a ESPM

A ESPM é uma escola de negócios inovadora, referência brasileira no ensino superior nas áreas de Comunicação, Marketing, Consumo, Administração e Economia Criativa.

Seus 12 600 alunos dos cursos de graduação e de pós-graduação e mais de 1 100 funcionários estão distribuídos em oito campi – quatro em São Paulo, dois no Rio de Janeiro, um em Porto Alegre e um em Florianópolis.

O lifelong learning, aprendizagem ao longo da vida profissional, o ensino de excelência e o foco no mercado são as bases da ESPM.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.