Grupo Mulheres do Brasil lança 11ª turma do Aceleradora de Carreiras

Estão abertas até o dia 21 de março as inscrições para a 11ª edição do Programa Aceleradora de Carreiras, que inicia dia 4 de abril, em formato online.

Realizado pelo Grupo Mulheres do Brasil, por meio do Comitê de Igualdade Racial, o programa é uma ação afirmativa para mulheres pretas e pardas que buscam desenvolvimento pessoal e profissional com o objetivo assumir posições de liderança no mercado de trabalho.

Segundo dados do Instituo Ethos, apenas 0,4% dos cargos de CEO no Brasil são ocupados por mulheres negras, mesmo sendo os negros 54% da população brasileira, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Trata-se de um programa de impacto social que está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e também aos princípios Ambientais, Sociais e de Governança (ESG), que se referem à diversidade dentro das organizações.

Premiado em 2021 pela Fundação Konecta, como projeto de impacto social, o Aceleradora de Carreiras, acumula resultados bastante expressivos.

“Desde o início do projeto, constatamos que 30% das participantes alcançaram ascensão profissional, além de diversos benefícios indiretos, como eficácia na comunicação e facilidade em posicionar como profissional. E esses resultados atraem novas participantes”, explica Elizabete Scheibmayr, uma das líderes do Comitê de Igualdade Racial.

O objetivo do programa é preparar mulheres negras que estão no mundo corporativo com analistas, especialistas, coordenadoras, gerentes e que buscam uma ascensão profissional.

O curso fornece ferramentas para que elas possam alcançar seus objetivos trazendo temas como: Ancestralidade, Autoconhecimento, Liderança, Negociação e Influência, Inteligência Emocional, Networking, Comunicação assertiva. O programa também conta com 6 sessões de mentoria.

O programa é realizado totalmente online e ocorre de 4 a 8 de abril, das 19h às 22h, e dia 9 de abril, das 9h às 13h.

As inscrições seguem até 21/03, às 23h59m, mediante uma taxa de contribuição de R$ 97,11, valor recebido a título de doação para reinvestimento no programa e em outras ações do Comitê de Igualdade Racial.

Diversas empresas têm apoiado o programa trazendo suas colaboradoras negras para se inscreverem, apoiando financeiramente e, ainda, trazendo seus executivos como mentores, entre elas: Scheneider, Nestlé, CI&T, Dow, Corteva, entre outras organizações.