Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Afastamentos causados por transtornos mentais têm alta de 26%, em 2020

Esgotamento emocional dos colaboradores no home office motiva empresas a investirem em serviços de saúde mental

Os problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e alto nível de estresse, estão impactando diretamente o desempenho dos profissionais durante a pandemia de Covid-19.

Somente em 2020, houve alta de 26% nos afastamentos causados por doenças mentais, em relação ao ano anterior, pois 576 mil pessoas se distanciaram do trabalho ou se aposentaram definitivamente em razão de transtornos mentais, de acordo com a Secretaria Especial da Previdência Social e Trabalho.

Esse quadro tem levado muitas empresas a aderirem a serviços para proporcionar mais equilíbrio e bem-estar às equipes, à medida que reconhecem a pressão que a pandemia está exercendo sobre seus funcionários.

O isolamento social, o caos sanitário, a crescente taxa de desemprego e a crise econômica, além das mudanças bruscas no estilo de vida e trabalho, a começar pela desmaterialização das relações corporativas, levaram as equipes à exaustão, pois segundo uma pesquisa feita pela Lyra Health e pela National Alliance of Healthcare Purchaser Coalitions, 40% dos colaboradores estão enfrentando esgotamento nesse período.

A MindSelf – startup especializada em levar a meditação para o ambiente corporativo – faz parte do grupo de empresas que oferecem serviços para proporcionar mais saúde mental à vida dos colaboradores e somente em 2020 teve alta significativa na busca por seus serviços.

A MindSelf oferece treinamentos corporativos personalizados, baseados em meditação e mindfulness, com o objetivo de levar a atividade como ferramenta de desenvolvimento pessoal e autoconhecimento.

A empresa conta com programas para a prática isentos de religiosidade e esoterismo, que levam em conta as diretrizes e necessidades da organização contratante.

A startup também promove cursos, workshops e sessões guiadas online, a fim de gerar mais equilíbrio emocional e bem-estar, que resultam na melhora do ambiente e das relações de trabalho, seja em casa ou na empresa, maior rendimento e satisfação do colaborador.

“O trabalho remoto aumentou a dificuldade de os gestores detectarem problemas relacionados à saúde mental de seus colaboradores, já que não é possível observar o comportamento dos profissionais durante todo o expediente, porém alguns impactos como desmotivação, estresse, falta de foco e produtividade foram intensificados nesse período, bem como a preocupação das empresas com o bem-estar desses trabalhadores”, sinaliza Alexandre Ayres, cofundador da MindSelf.

Para o executivo, as organizações estão ampliando sua consciência sobre a necessidade desse cuidado e se tornando mais proativas na identificação de sintomas de doenças como a depressão, a ansiedade e outros transtornos, que impactam diretamente a rotina de trabalho.

“Já havia uma tendência de alta a respeito do assunto, tendo em vista que o Brasil é um dos países mais ansiosos do mundo. Porém, a pandemia evidenciou mais esse problema, resultando na procura pelas nossas soluções”, conta Wagner Lima, cofundador da MindSelf. Somente no ano passado, a empresa registrou crescimento de 200% na busca pelos serviços de meditação e a expectativa é que em 2021 a alta seja, novamente, em torno de 200% de crescimento.

Comentários estão fechados.