Startup especializada em atendimento de TI abre oportunidades para técnicos - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Startup especializada em atendimento de TI abre oportunidades para técnicos

Com olhar para a inclusão e diversidade, FindUP já possui mais de 15 mil parceiros cadastrados em sua plataforma.

A FindUP, startup de tecnologia pioneira em soluções para o suporte na área de TI no Brasil, tem como propósito atuar de forma inclusiva.

Ao longo dos seus sete anos de existência, a empresa vem promovendo o empoderamento e uma fonte de renda a milhares de famílias por todo país, tendo destinado R$ 3,1 milhões para profissionais apenas no ano passado.

Em 2022, o plano é elevar esse montante em mais de 100%. Dentro desse investimento, a companhia se preocupa em oferecer oportunidades a inúmeros profissionais se colocarem em posições de destaque no mercado de trabalho.

Esse foi o caso, por exemplo, de Francisco José da Silva, que possui 34 anos e é PcD. Pelo fato da organização ter ampliado o escopo de atuação para os atendimentos remotos, o colaborador consegue trabalhar sem sair de sua residência, em São Paulo (SP).

“Adquiri uma lesão medular por meio de uma infecção, em 2009, e desde então decidi me aprofundar na área da tecnologia e computação. Com a política inclusiva da FindUP consegui uma oportunidade para continuar a atender e colocar em prática todo conhecimento que desenvolvi ao longo dos anos”, diz.

Segundo Silva, o olhar da startup sobre inclusão garante um atendimento de qualidade em todos os âmbitos. “Por acolher os prestadores de serviço, a empresa possui o diferencial de não se limitar a apenas uma forma de realizar suas atividades. Nesse caso, é possível enxergar isso com a qualidade do atendimento feito tanto de modo remoto como no presencial”, explica.

Outro quesito importante para a companhia é a diversidade, valorizando a presença de técnicas mulheres na base.

Uma delas é Kethelin Matos, de Curitiba (PR). “É difícil atuar na área de TI sem sofrer preconceitos por ser mulher. Hoje, me sinto feliz, agradecida e acolhida no meu ambiente de trabalho, fazendo minha função com uma empresa muito profissional”, destaca.

Atuação da FindUP diante do mercado 

De acordo com o CEO e fundador da FindUP, Fábio Freire, nos últimos anos o mercado de tecnologia vem passando por constantes mudanças no aprimoramento das soluções, o que trouxe uma preocupação maior em oportunizar mais pessoas.

“A inserção de mais profissionais no mercado de trabalho traz benefícios para todos os lados. Estamos em uma época em que novas tecnologias surgem a cada dia, além do caráter híbrido dos atendimentos, então não há como não investir cada vez mais em um time capacitado”, afirma Freire.

A startup dispõe de mão de obra totalmente qualificada para empresas, uma vez que todos precisam comprovar seu conhecimento e passar por uma análise de documentos para a homologação do cadastro.

Aos 15 mil profissionais cadastrados em sua plataforma dentro desses critérios, a organização destinou ao longo de sua história mais de R$ 10 milhões de remuneração.

Esse investimento foi parte importante no crescimento de 133% no faturamento em 2021 comparado ao ano anterior. Para 2022, o objetivo da FindUP é aumentar as receitas em 120%.

Sobre a FindUP

A FindUP é a principal plataforma que conecta grandes empresas aos atendimentos técnicos de informática presenciais e remotos do país.

Usando inteligência artificial e geolocalização, a empresa se transformou referência em Field Service por oferecer às marcas uma plataforma intuitiva e prática, que disponibiliza técnicos em até 3 horas após a solicitação.

Com o propósito de transformar vidas e gerar renda para centenas de profissionais de TI, acreditando no potencial da economia compartilhada, a FindUP conta com mais de 15 mil técnicos espalhados por cerca de 800 cidades brasileiras, garantindo a cada um uma renda até três vezes maior do que o mercado.

Desde 2015, a empresa ajuda mais de 240 grandes marcas brasileiras e multinacionais a melhorar seu fluxo de trabalho e processos na área de TI, entre elas estão Calvin Klein, Santander, Magalu, O Boticário, Riachuelo, C&A, Centauro.

Comentários estão fechados.