Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Firjan Óleo, Gás e Naval: incentivo ao conhecimento é imperativo no mercado de trabalho

Websérie reuniu representantes da Firjan SESI SENAI, SBM Offshore e Halliburton Brasil

Como as empresas de óleo e gáás enxergam o mercado de trabalho no momento atual e quais as projeções para o futuro?

A necessidade de atualização constante das qualificações no mercado foi um dos assuntos abordados na websérie “Óleo, Gás e Naval – Cenário da cadeia produtiva”, promovida pela Firjan, em 14/7.

No encontro mediado por Karine Fragoso, gerente de Petróleo, Gás e Naval da federação, todos os palestrantes ressaltaram a importância do incentivo ao conhecimento.

“Estamos descobrindo o caminho da nova normalidade, numa curva de aprendizagem que ainda vai durar. É urgente rever posicionamentos, lançar novos olhares para a governança corporativa, que gera outros modelos de negócio e de gestão. E o papel dos departamentos de RH é fundamental nesse contexto, porque estabelece uma ponte de transição entre o antigo e o novo”, afirmou Alexandre dos Reis, diretor executivo da Firjan SESI SENAI.

Para ele, um dos grandes desafios das empresas no momento é lidar com as constantes transformações, em curto espaço de tempo, e com o choque de gerações dentro de uma mesma organização.

“Se por um lado a terceirização e os avanços da tecnologia têm afetado as pessoas, por outro certas funções estão ganhando espaço no meio da crise. Nesse contexto, o encontro do antigo e do novo, de gerações e perfis diferentes numa mesma organização é muito positivo. São conhecimentos, vivências e olhares diversos interagindo. As soluções surgem desse encontro”, destacou.

Jaqueline Fonseca, gerente de RH da SBM Offshore, observou que o mercado está se ajustando a ciclos econômicos de crise com intervalos cada vez mais curtos. “Os altos e baixos da indústria são cada vez mais frequentes.

Esta é a segunda crise mundial em dez anos, o que obriga as empresas a pensarem de forma inteligente e rápida, em nome da sustentabilidade do negócio.

Não há momento mais oportuno do que o da crise para o RH se fazer presente e mostrar a sua importância do ponto de vista estratégico”, afirmou. Ela aproveitou ainda para elogiar o programa de treinamento sobre comportamento em uma unidade de produção de petróleo, realizado em parceria com o SENAI, que mesmo durante a pandemia, contou com aderência de mais de 2 mil profissionais interessados em participar.

O curso foi customizado para atender a demanda da empresa, com o título Operador de Equipamentos de Produção e Refino de Petróleo SBM, formação que não existia no mercado.

O SENAI atuou desde a etapa de divulgação das vagas e processo seletivo dos alunos, que contaram com bolsa auxílio durante o período de treinamento. A partir do programa, novos profissionais passaram a integrar a equipe da SBM Offshore.

A qualificação do profissional brasileiro no mercado de óleo e gás e o reconhecimento de sua competência foram ressaltados por Roberta Muniz, supervisora de Gestão de Talentos da Halliburton Brasil. “Internamente busca-se muito a qualificação, o que é muito positivo, ainda mais num mercado com linhas operacionais tão específicas. Mas além das qualificações internas, vejo um posicionamento do funcionário cada vez mais claro no sentido de buscar esse conhecimento e esse desenvolvimento individualmente também”, observou Roberta.

A Websérie Óleo, Gás e Naval da Firjan acontece todas as terças às 16h.  Clique aqui e confira a playlist da série.

Assista à live completa do dia 14/7 Para assistir à live completa do dia 14/7, clique aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.