Embraer e Pratt & Whitney completam teste de voo 100% SAF com motor GTF em um jato E195-E2

Embraer e Pratt & Whitney realizaram o teste bem-sucedido com motores GTF na aeronave E195-E2 utilizando 100% de combustível sustentável de aviação (da sigla SAF em inglês, sustainable aviation fuel).

O teste, realizado com um motor utilizando 100% de SAF, comprovou que os motores GTF e a família de E-Jets E2 podem voar com ambos os motores com blends de até 100% SAF, sem comprometer a segurança ou a performance.

A aeronave completou dois dias de testes em solo no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale, resultando em 70 minutos de testes de voo no Aeroporto Regional de Vero Beach, na Flórida.

“O E2 já é a aeronave de corredor único mais eficiente atualmente no mercado, que economiza até 25% de emissões de COquando comparado com as gerações anteriores da aeronave. A redução das emissões pode chegar a 85% ao utilizar 100% de SAF. A substituição de aeronaves antigas por produtos de nova geração e a utilização de SAF na produção são as duas ações mais efetivas na aviação comercial para alcançar uma redução significativa das emissões”, afirmou Rodrigo Silva e Souza, Vice-Presidente de Estratégia e Sustentabilidade da Embraer Aviação Comercial.

“Embraer e Pratt & Whitney na vanguarda da indústria com produtos que são mais eficientes para nossos clientes e mais sustentáveis para a nossa sociedade. Esse teste demonstra que o E2 está pronto para a certificação e operação 100% SAF uma vez que a indústria finalizar a padronização dos combustíveis”, completou.

No momento, os motores Pratt & Whitney e as aeronaves Embraer estão certificadas para operar com uma mistura de até 50% de SAF adicionado ao querosene Jet A/A1, de acordo com as determinações da ASTM International. Especificações futuras permitirão misturas de até 100% de SAF para maximizar o potencial na redução das emissões do uso de combustível derivado de matérias-primas sustentáveis e não fósseis.

“O SAF é uma parte essencial da nossa rota de sustentabilidade e continuamos trabalhando com parceiros e órgãos reguladores da indústria para apoiar o desenvolvimento de um padrão 100% SAF”, afirma Graham Webb, Diretor de Sustentabilidade na Pratt & Whitney.

“Este teste comprova que os motores GTF podem operar com qualquer combustível e que a família de jatos E2 está pronta para a certificação 100% SAF assim que a indústria finalizar os padrões para SAF puro.”

O SAF usado pela Embraer e pela Pratt & Whitney foi 100% SPK de ésteres e ácidos graxos hidroprocessados (HEFA-SPK), adquirido da World Energy. HEFA-SPK é um tipo específico de matéria-prima renovável hidrotratada usada na aviação e é considerada uma das principais alternativas de substituição do combustível convencional para aviação pela Commercial Aviation Alternative Fuels Initiative (CAAFI), devido à sustentabilidade de sua matéria-prima.

O motor Pratt & Whitney GTF™ é o único sistema de propulsão com caixa de redução que oferece os melhores benefícios de sustentabilidade do setor e custos operacionais extremamente competitivos.

As aeronaves Embraer E195-E2 que utilizam motores GTF representam a combinação mais ecológica de fuselagem e motor, oferecendo o menor nível de ruído e emissões.

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda. Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves.

Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

embraer