Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

IOS inclui 1.215 alunos no mercado de trabalho em 123 empresas

Destaques do Relatório:

1.215 alunos formados e que ingressaram no mercado de trabalho por meio do Programa de Empregabilidade do IOS
19% de aumento em relação ao número de alunos empregados em 2017 (1.206)
43% de aumento nas rendas das famílias desses jovens
Projeto Tecnologia Social ganha três novos polos na cidade de São Paulo
3.030 vagas oferecidas nos cursos de formação gratuita
37 bolsas de estudo para o “Programa Acesso ao Ensino Superior”
Conquista do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS)
Selo Doar, criado pelo Instituto Doar
O IOS é uma das 10 organizações sociais do Brasil que utiliza as diretrizes da GRI como ferramenta de gestão há cinco anos

São Paulo, 28 de agosto de 2019 – Na contramão do cenário atual, que registra 3,9 milhões de jovens desempregados no País, segundo dados do IBGE, o Instituto da Oportunidade Social (IOS) – que atua na formação e empregabilidade de jovens da rede pública e de pessoas com deficiência por meio de cursos gratuitos em diversas unidades. – colaborou com a inclusão de 1.215 alunos formados no mercado de trabalho, por meio do seu Programa de Empregabilidade. O número supera o recorde registrado no ano anterior (1.016 alunos empregados em 2017).

Mesmo com o desafio do capital financeiro “mais enxuto”, o resultado de 2018 apontou um crescimento no índice de empregabilidade dos alunos em 19% em relação ao indicador de 2017. O emprego para jovens representa um incremento de 43% na renda de suas famílias, segundo estudos do IOS. Os dados estão divulgados no Relatório Anual GRI 2018 que o IOS acaba de lançar, disponível no site da organização. Há cinco anos o IOS é uma das 10 organizações sociais do Brasil que utiliza as diretrizes da GRI como ferramenta de gestão.

Atualmente, o IOS oferece 10 cursos de formação profissional focados na área de TI, em quatro estados brasileiros. Para isso, conta com o apoio de mais de 120 empresas, que atuam como empregadoras dos alunos já formados e ex-alunos ou apoiando os projetos. De acordo com o Relatório Anual GRI 2018, cerca de 3.030 vagas foram oferecidas pela instituição em 2018.

Os cursos são gratuitos e incluem conceitos administrativos com aulas práticas nos softwares, Educação Digital, Português e Matemática, Empregabilidade, Cidadania e Comportamento (Soft Skills). Além disso, também incluem na grade curricular conceitos e práticas sobre vivência corporativa, onde os alunos aprendem a elaborar e-mails, apresentações e participar de reuniões.

Entre os destaques de 2018, está a ampliação do projeto “Tecnologia Social”, criado para multiplicar a metodologia de ensino do IOS, que em 2018 passou de um para quatro polos, localizados na cidade de São Paulo.

Outra ação que se destacou em 2018 foi a parceria do IOS com universidades para oferecer formação universitária para os alunos formados nos cursos do IOS. Um exemplo foi o Projeto “Geração Futura” em parceria com a Faculdade BandTec, que garantiu acesso ao ensino superior para 37 alunos formados nos cursos do IOS.

Também em 2018 o Ministério da Cidadania concedeu ao IOS o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS), a maior certificação que uma organização social pode conquistar no Brasil.

Além disso, também recebeu o Selo Doar com conceito A, criado pelo Instituto Doar, reconhecendo que a entidade atende ao padrão de gestão e transparência do Terceiro Setor e está apta a receber recursos de diversas fontes, atendendo padrões de governança, sustentabilidade e gestão.

“A formação técnica profissional é o caminho mais eficiente para atender à demanda por novos talentos, principalmente para o mercado de TI. A partir de uma formação sólida, ágil e alinhada com as reais necessidades da área, o IOS ajuda a inserir esses jovens no mercado de trabalho por meio de parcerias e pessoas engajadas em transformar dificuldades em oportunidades impacto social”, declara Kelly Lopes, superintendente do IOS.

IOS – História

O IOS nasceu em 1998, a partir da iniciativa de um grupo de funcionários da empresa Microsiga Software S/A, atual TOTVS, com o objetivo de levar o acesso à informática para jovens de baixa renda, por meio de programas que colaboravam com a sua formação educacional.

Atualmente, o Instituto oferece cursos de capacitação profissional com o uso do software ERP TOTVS e outras ferramentas de Tecnologia da Informação em quatro estados brasileiros, com o objetivo de expandir cada vez mais o alcance de seu trabalho. Para isso, conta com o apoio de cerca de 100 empresas, atuando como empregadoras de ex-alunos ou apoiando projetos.

Sobre o IOS

Comprometido com a empregabilidade de jovens e pessoas com deficiência que tenham menor acesso às oportunidades do mercado de trabalho, há mais de 21 anos o IOS desenvolve projetos de formação profissional gratuita em temas variados. “Administração” e “Tecnologia” compõem a grade de cursos, além do enfoque comportamental. Qualificado como Entidade Beneficente de Assistência Social certificada pelo CEBAS (Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social na Área de Educação), o IOS já formou mais de 34 mil profissionais para os setores de Tecnologia da Informação, Administração, RH e Atendimento ao Varejo. A instituição é mantida por empresas privadas como a TOTVS – sua fundadora e principal mantenedora – além da Brasilprev, Instituto Center Norte, Dell, Deloitte, Edenred – Ticket, Fundação Beneficente Elidas Gliksmanis, Hyundai, IBM, JP Morgan Chase Foundation, McDonald´s, Microsoft, Zendesk, entre outras.

Mais informações: www.ios.org.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.