Cinco táticas para aumentar a taxa de conversão nas vendas por WhatsApp do seu comércio - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

Cinco táticas para aumentar a taxa de conversão nas vendas por WhatsApp do seu comércio

A OmniChat traz dicas que podem fazer a diferença na hora de cativar um cliente e convencê-lo de que sua loja é ideal para adquirir o produto desejado

Existem atualmente no Brasil mais de 120 milhões de celulares com acesso à internet. Desses, 98% possuem o aplicativo do WhatsApp instalado.

Os números mostram o potencial que as vendas via chat-commerce possuem, mas é claro que não basta apenas ter potencial.  É necessário ter um canal de qualidade no contato com seus clientes.

Pensando nisso, a OmniChat, empresa líder no segmento de chat-commerce, traz cinco táticas para aumentar a taxa de conversão nas vendas por aplicativos de conversa de um comércio.

“Diferente do que muitos pensam, vender via WhatsApp não é só montar catálogo e esperar que as coisas funcionem. É necessário transmitir confiança ao consumidor, respondendo suas dúvidas e tendo um canal que se mostre seguro da primeira mensagem até a finalização da compra, sem esquecer da importância de um suporte até a chegada do produto na residência do consumidor”, diz Mauricio Trezub, CEO da OmniChat.

Confira abaixo as 5 táticas selecionadas pela Omnichat:

1. Mande mensagens, não spam:

Muitos acham que criar um grupo e falar com o maior número de pessoas ao mesmo tempo ou disparar fotos a uma grande quantidade de contatos são as melhores formas de se vender algo, mas o que mais cativa os clientes é a mensagem certa, na hora certa.

Enviar uma mensagem personalizada com cupom de desconto a quem se cadastrou no site ou contatar sua base de clientes em datas comemorativas com uma mensagem especial são maneiras mais eficientes de gerar conversão.

Além disso, informações sobre pagamentos e rastreio são sempre bem-vindas a quem realizou uma compra.

Se for usar bots, teste-os:

Quem nunca se envolveu em uma conversa com bots que não levou a nada e nem a lugar nenhum? Isso é completamente desagradável e afasta o consumidor.

Caso deseje utilizar robôs em suas conversas, certifique-se de que ele está pronto para diversas situações e também deixe claras as opções possíveis.

Se houver integração com um atendente humano, mostre ao consumidor o processo de transição para que ele sempre saiba com quem está conversando.

Outrossim é necessário que as mensagens programadas estejam de acordo com a linguagem da empresa.

Tenha atendentes treinados e dispostos:

Quando um cliente busca o WhatsApp é porque ele tem dúvidas ou quer suporte na venda.

Empurrar o consumidor ao site ou não auxiliá-lo da maneira devida, trazendo opções, opiniões ou conteúdos que auxiliem na tomada de decisão só fará com que ele se afaste da plataforma.

Treinar a equipe para dar instruções claras e lidar com adversidades como falta de estoque de um determinado produto é o mínimo que se deve fazer para vender no WhatsApp com uma excelente taxa de conversão.

Utilize os recursos do WhatsApp:

Todo mundo ama emojis, figurinhas, fotos e vídeos, desde que sejam usados da maneira correta.

Adicionar esses elementos em uma conversa juntamente com um bate-papo fluído, sem abusar da intimidade, pode tornar a experiência do consumidor agradável e memorável, fazendo com ele que não só compre, mas que retorne em outras oportunidades para adquirir os produtos de sua loja.

Tenha agilidade no atendimento:

Velocidade é o que todos esperam no atendimento. Quando a resposta inicial passa de 10 minutos, a taxa de conversão cai de 17% para 2%.

É claro que nem sempre compensa um atendimento 24 horas por dia ou sete dias por semana, mas, em caso de mensagens fora do horário de atendimento, é necessário mostrar de forma clara ao consumidor os horários em que ele pode ser atendido. E, durante esse horário, atender rapidamente e com qualidade é o mínimo esperado pelo consumidor.

“Adotando essas práticas, é bem provável que a taxa de conversão das vendas via WhatsApp do seu comércio aumente consideravelmente. A jornada pelo atendimento nas mídias conversacionais também exige que a empresa esteja sempre em atualização, testando novas possibilidades e colhendo os resultados”, conclui Mauricio.

Sobre a OmniChat

A OmniChat é uma startup líder em chat-commerce no Brasil.

Fundada em 2016, em Curitiba, pelos empreendedores Mauricio Trezub e Flávio Negrão, a empresa conta com mais de 10 mil vendedores utilizando a sua solução e já ajudou mais de 300 marcas no relacionamento com seus clientes, entre elas, Arezzo, O Boticário, Leroy Merlin, Swarovski, Marisa, Schutz, Hering, entre outras.

Comentários estão fechados.