BID e Governo Federal do Brasil sediam o maior evento de investimentos da América Latina - Revista Capital Econômico
Mais do que uma simples leitura: é informação relevante, confiável e que gera conexão!

BID e Governo Federal do Brasil sediam o maior evento de investimentos da América Latina

O quinto Brasil Investment Forum (BIF 2022), o maior evento de investimentos estrangeiros na América Latina, terá início em 14 de junho de 2022, em São Paulo.

A cerimônia de abertura terá a presença do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, do presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mauricio Claver-Carone, do ministro das Relações Exteriores, embaixador Carlos França, do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente da Agência Brasileira de Promoção de Comércio e Investimentos (ApexBrasil), Augusto Pestana.

O BIF 2022 destaca as oportunidades de investimento e o potencial de nearshoring para a economia brasileira.

Os eventos globais dos últimos anos aceleraram a necessidade de explorar e discutir essas oportunidades porque oferecem uma realocação potencial de capital e indústrias de maneiras que poderiam beneficiar a América Latina e o Caribe.

De acordo com a análise do BID, as oportunidades de nearshoring de médio e longo prazo na região poderiam valer até US$ 78 bilhões em novas exportações de bens e serviços por ano.

Especificamente no Brasil, os ganhos potenciais só do comércio adicional de bens são estimados em mais de US$ 7,8 bilhões.

A maior parte deste aumento viria do comércio com os Estados Unidos (mais de US$ 4 bilhões), enquanto cerca de US$ 3,1 bilhões viriam de exportações adicionais para países latino-americanos.

Mais de 5.300 investidores de 89 países se inscreveram para o evento, que reunirá ministros, executivos de grandes empresas brasileiras e globais e especialistas de várias indústrias.

O fórum contará com mais de 70 palestrantes, e seus painéis abordarão indústrias de destaque como agronegócios, infraestrutura, energia e tecnologia da informação.

Parceiros do BID com investimento privado para impulsionar o desenvolvimento

Cronograma do Painel:

O BID realizará uma sessão exclusiva de dois painéis, das 14h00 às 15h30 (horário de Brasília) na terça-feira.

O primeiro painel abordará os investimentos privados com impacto social e ambiental, e o segundo se concentrará em como as parcerias público-privadas podem fazer avançar as iniciativas de desenvolvimento.

Os líderes do BID também participarão de outros painéis do BIF, inclusive:

Richard Martínez Alvarado, vice-presidente de Países do BID, estará no painel apresentando o Brasil como o maior destino de investimento na América Latina, a partir das 14h de terça-feira.

Susana Cordeiro Guerra, gerente do Setor de Instituições de Desenvolvimento, moderará o diálogo temático sobre o plano do Brasil de aderir à OCDE e seus impactos sobre os investidores, que começa às 15 horas.

Ariel Yépez-Garcia, gerente do Setor de Infraestrutura e Energia, moderará uma discussão sobre o setor de energia às 16h, e Irene Arias Hofman, CEO do laboratório de inovação do grupo IDB Lab, participará do painel sobre oportunidades em tecnologias digitais: ciber-segurança, inteligência artificial e 5G às 17h.

Na quarta-feira, Fabrizio Opertti, gerente do Setor de Integração e Comércio do BID, moderará o painel sobre a competitividade do Brasil à luz das novas tendências globais de produção.

O painel terá início às 9h20 da manhã de quarta-feira, 15 de junho.

Martha Seillier, diretora executiva do BID do Brasil e Suriname, participará do diálogo temático sobre economia de mercado, às 10h20min.
O Brasil Investment Forum é organizado pelo BID, pela ApexBrasil, pelo Ministério das Relações Exteriores e pelo Ministério da Economia.

O evento deste ano é oferecido em um formato híbrido, com espaços limitados para os participantes presenciais.

Os painéis serão transmitidos ao vivo pela Internet com tradução simultânea em português, inglês e espanhol.

A participação na plataforma virtual é gratuita. Saiba mais em Link.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e o Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisas de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes públicos e privados em toda a região.

Comentários estão fechados.